XI Europeu de Futebol, 2000, Bélgica/Holanda: título para a França

O Europeu de 2000 teve pela primeira vez uma organização conjunta entre Bélgica e Holanda, países vizinhos. 16 anos depois, a França voltou a vencer, confirmando assim a sua supremacia, já que, dois anos antes tinha sido campeã mundial.

A Bélgica tornou-se no primeiro país organizador a ser eliminada na fase de grupos, desde a sua introdução no Itália 1980. A Holanda chegou às meias-finais, perdeu com a Itália, reduzida a dez, nas grandes penalidades, depois de falhar duas durante o jogo e, chegado aí, só concretizou uma. Um dos encontros que marcará sempre a história deste evento. Contudo, nos quartos-de-final, ao vencerem a Jugoslávia por 6-1, alcançaram o resultado mais robusto do palmarés desta prova.

A França não entrou em desperdícios, pelo contrário beneficiou destes: nos quartos-de-final, contra a Espanha, viu estes falharem uma grande penalidade, nos últimos minutos que levaria o jogo para prolongamento, caso fosse concretizada, passando assim às meias-finais. Aqui, venceu, por morte súbita,no prolongamento, com uma grande penalidade, nos últimos minutos deste, frente Portugal. Na final, a Itália deixou-se empatar no derradeiro suspiro do encontro e no prolongamento, os franceses marcaram e festejaram o título. Foi a segunda final consecutiva a ser assim decidida.

A caminhada de Portugal acabou de forma polémica nas meias-finais, frente à França, com derrota no prolongamento, com uma grande penalidade muito contestada. De resto, uma reviravolta no primeiro jogo, 0-2, frente à Inglaterra. Nova vitória, no último minuto, contra a Roménia. O jogo da vida de um jogador na seleção, chamado Sérgio Conceição, com um hat-trick, à Alemanha que terminou 3-0. Nos quartos, vitória tranquila e Turquia eliminada.

ÉPOCA   FASE ATINGIDA ADVERSÁRIO RESULTADO
         
Bélgica/Holanda 2000:      
França      
    1ªfase, Grupo D Dinamarca 3-0
      República Checa 2-1
      Holanda 2-3
    Quartos-de-final Espanha 2-1
    Meias-finais Portugal 2-1 a.p.
    FINAL Itália 2-1 a.p.
         
 Onze principal: Fabien Barthez; Thuram, Laurent Blanc, Desailly e Lizarazu (Robert Pires); Patrick Vieira e Didier Deschamps; Djorkaeff (Trézéguet), Zidane e Dugarry (Wiltord); Thierry Henry
         
Marcha do marcador: 0-1, por Delvecchio (55m); 1-1, por Wiltord (90m); 2-1, por Trézéguet (103m)
         
* jogos no recinto adversário; +campo neutro;

 

uefa 94

 

 

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Arquivos

  • Maio 2016
    M T W T F S S
    « Abr   Jun »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031