Nápoles vence a Taça UEFA/Liga Europa 1988-89

uefa 60

 

 

 

es

 

1988-89, Liga Europa: Nápoles

   
   
         
         
         
    1ªeliminatória PAOK Salónica 1-0/1-1*
    2ªeliminatória Leipzig 1-1*/2-0
    Oitavos-de-final Bordéus 1-0*/0-0
    Quartos-de-final Juventus 0-2*/3-0
    Meias-finais Bayern Munique 2-0/2-2*
    FINAL Estugarda 2-1/3-3*
         
*jogos no estádio do adversário; +campo neutro; a) apurado por moeda ao ar
 

Com Diego Armando Maradona como sua maior estrela e melhor jogador, o Nápoles viveu durante essas épocas o melhor período da sua história. Conquistou dois campeonatos (1986-87 e 1989-90), os únicos do seu palmarés, uma Taça de Itália (1986-87), tem mais quatro e uma Supertaça Italiana, só voltaria a levantá-la em 2014. A nível europeu, com jogadores como o próprio astro argentino, o ponta-lança brasileiro Careca e Ciro Ferrara, em 1988-89, o Nápoles venceu o seu solitário troféu europeu: a Taça UEFA. Um percurso que ficou marcado por três eliminatórias contra equipas alemãs, duas da RFA e uma da RDA, inclusive a final contra o Estugarda. Nos quartos-de-final eliminou a Juventus, nas meias-finais outro nome grande,  o Bayern Munique. Relembre-se que não havia fase de grupos nesta altura e a final era a duas mãos. Na final, os napolitanos conseguiram superiorizar-se ao Estugarda, que à altura, também, era a sua primeira final europeia e assim fizeram a festa. Ainda é, para o Nápoles,  atualmente a sua única final. Num encontro onde as principais figuras: Maradona do Nápoles e do Estugarda Klinsmann se defrontariam na final do Mundial de 1990 na Itália. Aí os alemães foram mais fortes.

 

Dínamo Zagreb vence a Taça das Feiras 1966-67

uefa 56

 

Na Taça das Feiras de 1966-67 (depois Taça UEFA e agora Liga Europa) o Dínamo Zagreb fez história. Depois de ter perdido a final de 1962-63 para o Valência, tiveram uma segunda hipótese. Isto é, venceu-a em 1966-67, derrotando os fortíssimos rivais do Leeds United. Assim, tornaram-se a primeira equipa jugoslava a conquistar uma competição europeia. Feito só igualado em 1990-91, quando já no ocaso da Jugoslávia o Estrela Vermelha se sagrou campeão europeu. Ainda hoje, é a única formação croata a disputar uma final europeia. A verdade é que o Dínamo teve muita sorte, já que na 1ªeliminatória, só passou por moeda do ar, forma de desempate da altura, não havia grandes penalidades, diante dos checos do FC Boby Brno. Na 2ªeliminatória, recuperou de outra desvantagem de dois golos, mas já havia a regra dos golos fora para desempatar, contra os escoceses do Dunfermline.  Nos quartos-de-final afastou um dos grandes do futebol europeu, a Juventus. Nas meias-finais recuperou de um 0-3, ganhando por 4-0 na 2ªmão, contra o Eintracht Frankfurt. Na final, na altura decidida em dois jogos casa e fora, a vitória na primeira mão por dois a zero frente ao Leeds United chegou para fazer história.

 

 

 

 

 

 

1966-67, Taça das Feiras: Dínamo Zagreb

   
   
         
         
         
    1ªeliminatória FC Boby Brno 0-2*/2-0 a)
    2ªeliminatória Dunfermline 2-4*/2-0
    Oitavos-de-final Arges Pitesti 1-0*/0-0
    Quartos-de-final Juventus 2-2*/3-0
    Meias-finais Eintracht Frankfurt 0-3*/4-0
    FINAL Leeds United 2-0/0-0*
         
*jogos no estádio do adversário; +campo neutro; a) apurado por moeda ao ar
 

Primeiro troféu europeu do Tottenham: Taça das Taças 1962-63

uefa 55

Talvez esta tenha sido a melhor geração da história do Tottenham. Um campeonato 1960-61, último do seu historial. A primeira dobradinha do século XX no futebol inglês, nessa mesma temporada. Duas Taças de Inglaterra seguidas: 1960-61 e 1961-62. Semi-finalista da Taça dos Campeões (agora Liga dos Campeões), 1961-62, eliminado pelo Benfica. Falta o troféu europeu? Não. Em 1962-63 conquistaram a Taça das Taças arrasando na final o Atlético Madrid, detentor do troféu, por 5-1. Uma caminhada até à final só com uma derrota, nos quartos-de-final, na primeira mão, diante do Slovan Bratislava por 2-0, prontamente revertida por um 6-0 em casa. Será a atual equipa do Tottenham capaz de repetir estes momentos de glória?

 

 

 

 

 

 

1962-63, Taça das Taças: Tottenham

   
   
         
         
         
    Oitavos-de-final Glasgow Rangers 5-2/3-2*
    Quartos-de-final Slovan Bratislava 0-2*/6-0
    Meias-finais OFK Belgrado 2-1*/3-1
    FINAL Atlético Madrid 5-1
         
*jogos no estádio do adversário; +campo neutro
 

 

 

Everton vence a Taça das Taças 1984-85

uefa 54

Em 1984-85, além do título inglês, o Everton alcançou algo de extraordinário no seu historial. Venceu uma competição europeia: a Taça das Taças de 1984-85. É o seu único troféu europeu na sua única final europeia. No seu caminho para a festa destaque-se as meias-finais, onde eliminou o poderoso Bayern Munique, empatando na Alemanha e triunfando em casa por 3-1. Na final defrontou os surpreendentes finalistas, os austríacos do Rapid Viena. Como se esperava, foi uma vitória tranquila por 3-1, conseguindo esse feito sempre especial de vencer uma prova europeia, neste caso, a Taça das Taças de 1984-85.

 

 

 

 

 

1984-85-Taça das Taças: Everton

   
   
         
         
         
    1ªeliminatória UCD 0-0*/1-0
    Oitavos-de-final Inter Bratislava 1-0*/3-0
    Quartos-de-final Fortuna Sittard 3-0/2-0*
    Meias-finais Bayern Munique 0-0*/3-1
    FINAL Rapid Viena 3-1
         
         
*jogos no estádio do adversário; +campo neutro
 

Quinta Taça Inglaterra para o Everton 1994-95

 

 

 

 

 

1994-95: Everton

   
   
         
         
         
    3ªeliminatória Derby County 1-0
    4ªeliminatória Bristol City 1-0*
    Oitavos-de-final Norwich City 5-0
    Quartos-de-final Newcastle 1-0
    Meias-finais Tottenham 4-1+
    FINAL Manchester United 1-0
         

 

uefa 53

 

Onze anos após a última conquista em 1983-84, o Everton voltou a vencer na final,  a sua quinta Taça Inglaterra. Esta foi o derradeiro triunfo nesta competição, perfazendo um total de cinco troféus no seu historial. Ainda procura a sexta. Será que Marco Silva o orientará para nova festa na chamada FA Cup? Sofreu apenas um golo em toda a sua caminhada rumo à glória. Curiosamente, esse tento veio nas meias-finais diante do Tottenham, num jogo relativamente fácil pois concluiu com uma vitória por quatro a um. Na final derrotou o todo-poderoso do Manchester United de Alex Ferguson, com um golo solitário. Veremos quando voltará a sorte a sorrir-lhe nesta prova?!

Everton vence quarta Taça de Inglaterra 1983-84

 

 

 

 

 

1983-84: Everton

   
   
         
         
         
    3ªeliminatória Stoke City 2-0*
    4ªeliminatória Gillingham 0-0/0-0*/3-0*
    Oitavos-de-final Shrewsbury 3-0
    Quartos-de-final Notts County 2-1*
    Meias-finais Southampton 1-0+
    FINAL Watford 2-0
         
*jogos no estádio do adversário; +campo neutro
 

 

Uma das melhores equipas da história do Everton, venceu dois campeonatos, esta Taça de Inglaterra de 1983-84 e uma competição europeia, a Taça das Taças de 1984-85, para onde se qualificou após esse triunfo. Um percurso onde em oito jogos só sofreu um golo. No entanto, na 4ªeliminatória foram precisos três jogos para afastar o Gillingham. O desempate por grandes penalidades ainda não era usado na Taça Inglaterra por esta altura. Foi o quarto triunfo do Everton neste evento. Na final derrotou os finalistas surpresas do Watford. Para este clube londrino ainda é a única final do seu historial. Para o clube de Liverpool ainda iria fazer mais história no futuro.

 

uefa 51

Terceira Taça da Inglaterra para o Everton 1965-66

uefa 47

 

Em 1965-66 o Everton conquistou a sua terceira Taça de Inglaterra diante do Sheffield Wednesday, triunfando por 3-2, num jogo onde esteve a perder por 2-0. Assim, ficou apurado pela primeira vez para a Taça das Taças. Em todas as eliminatórias, exceto a final, não sofreu qualquer golo o que é de realçar.  Foi o confirmar de uma década em que o Everton também foi campeão inglês. Para o Sheffield Wednesday foi uma oportunidade perdida, especialmente depois de ter tido uma vantagem de dois golos na final. Ganhou a última taça na década de 30. Se tivesse segurado a boa margem que teve neste encontro esse jejum já tinha acabado.

 

 

 

 

 

 

1965-66: Everton

   
   
         
         
         
    3ªeliminatória Sunderland 3-0
    4ªeliminatória Bedford Town 3-0*
    Oitavos-de-final Coventry 3-0
    Quartos-de-final Manchester City 0-0*/2-0
    Meias-finais Manchester United 1-0+
    FINAL Sheffield Wednesday 3-2
         
*jogos no estádio do adversário; +campo neutro
 

 

Segundo triunfo na Taça Inglaterra: 1932-33, Everton

uefa 46.png

 

Depois da conquista de 1905-06, em, 1932-33, o Everton conquistava a sua segunda Taça Inglaterra numa final diante do Manchester City. Foi uma vitória esclarecedora, 3-0, numa das mais desequilibradas finais da história desta prova. Um percurso até à final um pouco facilitado já que jogou três das quatro eliminatórias em casa. Convém referir que as meias-finais da Taça de Inglaterra são em campo neutro, por isso, não se incluí na análise anterior. Seria um êxito muito festejado, até porque o próximo triunfo neste evento só aconteceu nos anos 60. Assim, em 1932-33, o clube de Liverpool fazia a festa pela segunda vez na Taça de Inglaterra.

 

 

 

 

 

 

1932-33: Everton

   
   
         
         
         
    3ªeliminatória Leicester City 3-2*
    4ªeliminatória Bury 3-1
    Oitavos-de-final Leeds United 2-0
    Quartos-de-final Luton Town 6-0
    Meias-finais West Ham 2-1+
    FINAL Manchester City 3-0
         
*jogos no estádio do adversário; +campo neutro

Primeira Taça de Inglaterra para o Everton: 1905-06

uefa 44

 

 

 

 

 

 

1905-06: Everton

   
   
         
         
         
    1ªeliminatória West Bromwich Albion 3-1
    2ªeliminatória Chesterfield 3-0
    Oitavos-de-final Bradford City 1-0
    Quartos-de-final Sheffield Wednesday 4-3
    Meias-finais Liverpool 2-0+
    FINAL Newcastle 1-0
         
*jogos no estádio do adversário; +campo neutro
 

 

Em 1905-06 o Everton venceu a sua primeira Taça Inglaterra, derrotando na final o Newcastle por 1-0. Nesta altura, o Estádio de Wembley ainda não existia. Depois de ter sido campeão pela primeira vez em 1890-91, 15 anos depois vence esta FA Cup. Uma campanha imaculável já que não foi preciso nenhum jogo de desempate em nenhuma eliminatória ou final. Recorde-se, que as grandes penalidades ainda não existiam neste alvor do século XX.  Seriam precisas quase três décadas para o clube de Liverpool voltar a vencer este evento.

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑