Campeões nos dois géneros: voleibol, Castêlo Maia, 1993-94-femininos, 2000-01-masculinos

fpv

1993-94, I Divisão Voleibol Feminino, 1ªfase, Grupo A: J V D SETS P
1-Castêlo Maia  8  8  0 24-2 24
2-Leixões  8  5  3 15-13 18
3-Ginásio Vilacondense  8  4  4 12-13 16
4-Sporting Espinho  8  3  5 13-17 14
5-Técnico  8  0  8  3-24  8
 2ªfase, Série Primeiros:
1-Boavista 10  9  1 29-5 28
2-Castêlo Maia 10  8  2 26-9 26
3-Leixões 10  5  5 19-20 20
4-Sports Madeira 10  4  6 16-21 18
5-Sporting 10  3  7 11-23 16
6-Ginásio Vilacondense 10  1  9  6-29 12
Meias-finais:
Leixões-Castêlo Maia 0-3 (8-15,13-15,1-15)

3-0 (15-6,15-13,15-12)

Castêlo Maia-Leixões
FINAL:
Boavista-CastêloMaia 2-3 (15-12,11-15,15-10,11-15,14-16)

3-0 (15-13,15-1,15-4)

Boavista-Castêlo Maia
Castêlo Maia-Boavista 3-2 (15-6,15-10,6-15,16-17,22-20)
Castêlo Maia-Boavista 3-2 (15-9,15-17,15-6,5-15,15-13)

Antes de começar, colocar aqui toda a evolução do campeonato da I Divisão, de voleibol feminino, época 1993-94, seria muito extenso e maçador. Dai a preferência por colocar só o percurso do Castêlo da Maia. Este campeonato teve duas fases de grupos, sendo que mesmo a primeira fase tinha dois grupos; depois dessa duas etapas, houve play-offs para decidir do primeiro ao último lugar,neste caso, o décimo lugar. Seria uma elaboração muito longa. Ironicamente falando, foi um dos formatos mais criativos da história das modalidades coletivas!

A equipa maia foi seguindo o seu caminho, chegando às meias-finais do play-off, sem grandes problemas. Aí, também, passou calmamente para a final, com duas vitórias claras sobre o Leixões. Na final, sempre jogos muito renhidos, exceto o segundo, onde o Boavista ganhou claramente. Mas, o que realmente fez a diferença, foi o triunfo do Castêlo da Maia, no primeiro jogo, em casa do Boavista. Assim, transferiu a vantagem para seu lado, fechando o título, em casa, com dois jogos decididos na negra, muito renhidos e muito difícil, mas no, fim deve ter sabido muito bem ser campeão pela primeira vez.

Este seria o início da hegemonia da equipa maiata. Apesar, de na época seguinte, o título ter fugido para o Boavista, o Castêlo da Maia, até 2003-04, ganhou mais oito campeonatos (todos consecutivos) e também oito Taças de Portugal. Colocando-se no segundo lugar dos clubes com mais palmarés no voleibol feminino, só ultrapassado pelo Leixões.

2000-01, I Divisão Voleibol, 1ªfase: J V D SETS P
1-Castêlo Maia 18 18  0 54-11 36
2-Leixões 18 12  6 40-26 30
3-Esmoriz 18 12  6 39-29 30
4-Sporting Espinho 18 11  7 36-27 29
5-Marítimo 18  9  9 38-39 27
6-Nacional 18  9  9 34-35 27
7-Fiães 18  8 10 34-37 26
8-Benfica 18  7 11 30-39 25
9-Machico 18  3 15 26-45 21
10-Académica São Mamede 18  1 17 10-53 19
Série Primeiros, 2ªfase:
1-Castêlo Maia 10  7  3 24-12 35
2-Esmoriz 10  7  3 22-17 32
3-Sporting Espinho 10  6  4 23-17 31
4-Nacional 10  5  5 20-21 29
5-Leixões 10  2  8 12-25 27
6-Nacional 10  3  7 16-25 27
FINAL:
Castêlo Maia-Esmoriz 3-0 (25-17,25-19,25-17)
Esmoriz-Castêlo Maia 1-3 (17-25,25-27,25-16,20-25)
Castêlo Maia-Esmoriz 3-0 (25-19,25-16,25-16)

Ao contrário do setor feminino, onde o título festejado foi alcançado mais rapidamente, no masculino, foi preciso quase uma década sendo a segunda melhor equipa portuguesa, atrás do Sporting Espinho. Mas, curiosamente, num ano em que os espinhense venceram a única competição europeia da história do voleibol português, o Castêlo foi campeão. Num campeonato também demasiado extenso para colocar aqui, embora sem ter o formato tão criativo como o ulterior, com duas fases de grupo, onde a primeira apurava as equipas que iam lutar pelo título e as que iam lutar para não descer. Na série dos primeiros, os dois melhor classificados encontrar-se-iam na final à melhor de cinco.

O Castêlo Maia na primeira fase passeou, sem uma única derrota. Na série dos primeiros, cedeu três, mas a excelência da primeira, fez com que isto pouco contasse. Na final esmagou o Esmoriz, três vitórias em três jogos, sem nunca ir à negra. Assim, conseguindo ao fim de muitos segundo lugares ser campeão. Isto foi a época dourada do voleibol deste clube. Apesar, de não ter ganho tanto como nas senhoras, conseguiu vencer quatro campeonatos seguidos (2000-01 a 2003-04), três taças, também, seguidas (2001-02 a 2003-04), atingindo dois marcos: o primeiro foi o tetra só igualado e melhorado pelo Técnico, heptacampeão entre 1946-47 e 1952-53, e o hexa do Sporting Espinho entre 1994-95 e 1999-2000 (todos à custa do Castêlo Maia, se assim se pode dizer). E 3 taças seguidas, só o Sporting Espinho fez melhor (1995-96 a 2000-01), e o Benfica e o FC Porto também o obtiveram, sendo que os lisboetas o fizeram por 3 vezes.

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Arquivos

  • Outubro 2014
    M T W T F S S
    « Set   Nov »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031