Mais super-campeãs (Open EUA-Evert, Navratilova, Smith e Billie Jean King)

Nestes 25 anos tivemos quatro grandes campeãs, todas elas deixaram a sua marca nos quatro torneios do Grand Slam, pois, venceram-os todos pelo menos uma vez. Chris Evert e Martina Navratilova venceram ambas por 18 vezes nessa categoria de torneio, Margaret Court ainda é a líder nesse departamento com 24 vitórias, Billie Jean King também conta com doze.   Estas foram as quatro grandes campeãs deste período, entre elas, colecionaram 18 das 25 edições aqui expostas. Realce-se ainda a primeira grande jogadora sul-americana, Maria Bueno com três vitórias neste período a juntar a uma no período anterior. Contudo, apesar destas quatro vitórias, Maria Bueno não venceu todos os quatro torneios do Gran Slam, apenas venceu em Wimbledon e aqui; no entanto e apesar de ficar longe dos números destas quatro super-campeãs, ainda venceu sete torneios do Grand Slam! Pouco em relação a estas, mas são sempre sete, quem dera a nós, portugueses, termos uma ou um que tivesse uma vitória quanto mais sete!

ANO FINAL RESULTADO
1962 Margaret Smith (Austrália)-Darlene Hard (EUA) 9-7/6-4
1963 Maria Bueno (Brasil)-Margaret Smith (Austrália) 7-5/6-4
1964 Maria Bueno (Brasil)-Carole Caldwell Graebner (EUA) 6-1/6-0
1965 Margaret Smith (Austrália)-Billie Jean Moffitt (EUA) 8-6/7-5
1966 Maria Bueno (Brasil)-Nancy Richey (EUA) 6-3/6-1
1967 Billie Jean King (EUA)-Ann Haydon Jones (Grã-Bretanha) 11-9/6-4
1968 Virginia Wade (Grã-Bretanha)-Billie Jean King (EUA) 6-4/6-4
1969 Margaret Smith Court (Austrália)-Nancy Richey (EUA) 6-2/6-2
1970 Margaret Smith Court (Austrália)-Rosemary Casals (EUA) 6-2/2-6/6-1
1971 Billie Jean King (EUA)-Rosemary Casals (EUA) 6-4/7-6
1972 Billie Jean King (EUA)-Kerry Melville (Austrália) 6-3/7-5
1973 Margaret Smith Court (Austrália)-Evonne Goolagong (Austrália) 7-6/5-7/6-2
1974 Billie Jean King (EUA)-Evonne Goolagong (Austrália) 3-6/6-3/7-5
1975 Chris Evert (EUA)-Evonne Goolagong (Austrália) 5-7/6-4/6-2
1976 Chris Evert (EUA)-Evonne Goolagong (Austrália) 6-3/6-0
1977 Chris Evert (EUA)-Wendy Turnbull (Austrália) 7-6/6-2
1978 Chris Evert (EUA)-Pam Shriver (EUA) 7-5/6-4
1979 Tracy Austin (EUA)-Chris Evert Lloyd (EUA) 6-4/6-3
1980 Chris Evert Lloyd (EUA)-Hana Mandlikova (Checoslováquia) 5-7/6-1/6-1
1981 Tracy Austin (EUA)-Martina Navratilova (EUA) 1-6/7-6/7-6
1982 Chris Evert Lloyd (EUA)-Hana Mandlikova (Checoslováquia) 6-3/6-1
1983 Martina Navratilova (EUA)-Chris Evert Lloyd (EUA) 6-1/6-3
1984 Martina Navratilova (EUA)-Chris Evert Lloyd (EUA) 4-6/6-4/6-4
1985 Hana Mandlikova (Checoslováquia)-Martina Navratilova (EUA) 7-6/1-6/7-6
1986 Martina Navratilova (EUA)-Helena Sukova (Checoslováquia) 6-3/6-2

Anúncios

Grandes campeãs (Wimbledon: Graf, Navratilova, Evert, Billie Jean King e Court)

Neste período temporal, destaca-se incrivelmente Martina Navratilova com nove títulos, seis dos quais consecutivos, batendo o recorde de Helen Wills Moody que contava com oito! O facto de ter ganho seis consecutivos é também inédito. Navratilova ganhou metade dos grand slams que detém neste torneio de Wimbledon. Recorde-se que esta tenista ganhou dezoito, tantos quanto a sua grande rival Chris Evert. Só que a tenista norte-americana apenas ganhou três vezes aqui. A sua predilecção era Roland Garros onde ainda é recordista com sete triunfos. Uma geração que produziu duas grandes campeãs, no top-5 das com mais grand slams, ambas com dezoito, ambas as detentoras de mais títulos em dois dos torneios que compreendem essa categoria: Wimbledon e Roland Garros.

Curiosamente a tenista que a seguir vou falar não é recordista em vitórias em nenhum dos grand slam, no entanto, venceu 22 sendo a segunda tenista com mais triunfos, só superada por Margaret Court. Essa jogadora é a alemã Steffi Graff, vencedora por sete vezes aqui, a segunda maior campeã da era open e a terceira globalmente falando, ex-aqueo com a britânica Dorothea Chambers, cujos sete triunfos vieram no início do século XX.

Neste período destaque-se, mais 3 títulos de Billie Jean King, outra grande vencedora com seis troféus, também, como Navratilova, metade dos seus triunfos nos torneios do Grand Slam, foram aqui alcançados. Seis de doze. Em 1977, foi a penúltima vez que a rainha visitou o torneio, a última foi este ano, mas, foi, também, a última vez que uma britânica venceu este torneio, neste caso Virginia Wade. Concomitantemente, a última vez que um britânico homem ou mulher aqui venceu nos singulares, embora, a última vitória masculina tenha ocorrido em 1936!

ANO FINAL RESULTADO
1969 Ann Haydon Jones (Grã-Bretanha)-Billie Jean King (EUA) 3-6/6-3/6-2
1970 Margaret Smith Court (Austrália)-Billie Jean King (EUA) 14-12/11-9
1971 Evonne Goolagong (Austrália)-Margaret Smith Court (Austrália) 6-4/6-1
1972 Billie Jean King (EUA)-Evonne Goolagong (Austrália) 6-3/6-3
1973 Billie Jean King (EUA)-Chris Evert (EUA) 6-0/7-5
1974 Chris Evert (EUA)-Olga Morozova (URSS)) 6-0/6-4
1975 Billie Jean King (EUA)-Evonne Goolagong Cawley (Austrália) 6-0/6-1
1976 Chris Evert (EUA)-Evonne Goolagong Cawley (Austrália) 6-3/4-6/8-6
1977 Virginia Wade (Grã-Bretanha)-Betty Stove (Holanda) 4-6/6-3/6-1
1978 Martina Navratilova (EUA)-Chris Evert (EUA) 2-6/6-4/7-5
1979 Martina Navratilova (EUA)-Chris Evert Lloyd (EUA) 6-4/6-4
1980 Evonne Goolagong Cawley (Austrália)-Chris Evert Lloyd (EUA) 6-1/7-6
1981 Chris Evert Lloyd (EUA)-Hana Mandlikova (Checoslováquia) 6-2/6-2
1982 Martina Navratilova (EUA)-Chris Evert Lloyd (EUA) 6-1/3-6/6-2
1983 Martina Navratilova (EUA)-Andrea Jaeger (EUA) 6-0/6-3
1984 Martina Navratilova (EUA)-Chris Evert Lloyd (EUA) 7-6/6-2
1985 Martina Navratilova (EUA)-Chris Evert Lloyd (EUA) 4-6/6-3/6-2
1986 Martina Navratilova (EUA)-Hana Mandlikova (Checoslováquia) 7-6/6-3
1987 Martina Navratilova (EUA)-Steffi Graf (RFA) 7-5/6-3
1988 Steffi Graf (RFA)-Martina Navratilova (EUA) 5-7/6-2/6-1
1989 Steffi Graf (RFA)-Martina Navratilova (EUA) 6-2/6-7/6-1
1990 Martina Navratilova (EUA)-Zina Garrison (EUA) 6-4/6-1
1991 Steffi Graf (Alemanha)-Gabriela Sabatini (Argentina) 6-4/3-6/8-6
1992 Steffi Graf (Alemanha)-Monica Seles (Jugoslávia) 6-2/6-1
1993 Steffi Graf (Alemanha)-Jana Novotna (Checoslováquia) 7-6/1-6/6-4

A grande campeã (Open Austrália: Smith, Goolagong e Connolly)

Uma das grandes questões que se colocam em qualquer modalidade desportiva é quem terá sido e é o melhor de todos os tempos. No ténis também se pensa nisso e tenta-se chegar a um consenso. No ténis masculino essa questão debate-se actualmente devido às vitórias desportivas, aos grandes feitos e consecutivos triunfos de Roger Federer, caindo todos na tentação de o considerar o melhor de sempre.

No ténis feminino actualmente só uma jogadora passou os dez triunfos em torneios do Grand Slam, Serena Williams, 12, mesmo assim tem metade dos conquistados por Margaret Smith Court e é improvável que chegue lá. A tenista que mais perto teve de igualar a australiana foi Steffi Graf com 22. Qual a melhor de sempre? Uma questão pertinente sem conclusão óbvia.

Neste Open Austrália, Margaret Smith é a sua maior campeã indiscutivelmente e não é crível que alguém iguale a sua marca de 11 vitórias singulares neste torneio. Já são poucas as que venceram cinco ou mais vezes este torneio, quanto mais onze! Provavelmente será um registo que ninguém igualará. Neste período de tempo analisado, em 25 edições, Smith ganhou 11, quase metade! A que mais se aproximou deste registo foi Evonne Goolagong com três vitórias, venceria ainda mais uma vez. De realçar a vitórias de duas britânicas: Angela Mortimer em 1958 e a última grande campeã britânica, Virginia Wade em 1972. Ter uma tenista britânica capaz de discutir os grandes títulos actualmente é uma miragem, um sonho, porque nem sequer têm uma no top-50!

ANO FINAL RESULTADO
1952 Thelma Coyne Long (Austrália)-Helen Angwin (Austrália) 6-2/6-3
1953 Maureen Connolly (EUA)-Julie Sampson (EUA) 6-3/6-2
1954 Thelma Coyne Long (Austrália)-Jenny Staley (Austrália) 6-3/6-4
1955 Beryl Penrose (Austrália)-Thelma Coyne Long (Austrália) 6-4/6-3
1956 Mary Carter (Austrália)-Thelma Coyne Long (Austrália) 3-6/6-2/9-7
1957 Shirley Fry (EUA)-Althea Gibson (EUA) 6-3/6-4
1958 Angela Mortimer (Grã-Bretanha)-Lorraine Coghlan (Austrália) 6-3/6-4
1959 Mary Carter Reitano (Austrália)-Renee Schuurman (África do Ul) 6-2/6-3
1960 Margaret Smith (Austrália)-Jan Lehane (Austrália) 7-5/6-2
1961 Margaret Smith (Austrália)-Jan Lehane (Austrália) 6-1/6-4
1962 Margaret Smith (Austrália)-Jan Lehane (Austrália) 6-0/6-2
1963 Margaret Smith (Austrália)-Jan Lehane (Austrália) 6-2/6-2
1964 Margaret Smith (Austrália)-Lesley Turner (Austrália) 6-3/6-2
1965 Margaret Smith (Austrália)-Maria Bueno (Brasil) 5-7/6-4/5-2 retirou-se
1966 Margaret Smith (Austrália)-Nancy Richey (EUA) Desistiu
1967 Nancy Richey (EUA)-Lesley Turner (Austrália) 6-1/6-4
1968 Billie Jean King (EUA)-Margaret Smith (Austrália) 6-1/6-2
1969 Margaret Smith Court (Austrália)-Billie Jean King (EUA) 6-4/6-1
1970 Margaret Smith Court (Austrália)-Kerry Melville (Austrália) 6-1/6-3
1971 Margaret Smith Court (Austrália)-Evonne Goolagong (Austrália) 2-6/7-6/7-5
1972 Virginia Wade (Grã-Bretanha)-Evonne Goolagong (Austrália) 6-4/6-4
1973 Margaret Smith Court (Austrália)-Evonne Goolagong (Austrália) 6-4/7-5
1974 Evonne Goolagong (Austrália)-Chris Evert (EUA) 7-6/4-6/6-0
1975 Evonne Goolagong (Austrália)-Martina Navratilova (Checoslováquia) 6-3/6-2
1976 Evonne Goolagong (Austrália)-Renata Tomanova (Checoslováquia) 6-2/6-2

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑