Lendl, Sampras e Federer (Open EUA)

Nos últimos 30 anos destacam-se três nomes no Open dos EUA: Ivan Lendl, Pete Sampras e Roger Federer. Todos eles com registos significativos. Primeiro falemos de Lendl, venceu todos os grand slams excepto Wimbledon e foi tri-campeão neste, ganhando consecutivamente. Mais que o tri, salienta-se as oito finais consecutivas deste tenista, entre 1982 e 1989, só  a sua eficácia o traíra, pois venceu três e perdeu cinco finais.

Logo a seguir a este registo, na década de 90, Pete Sampras começou o seu pecúlio de triunfos e finais neste torneio. Também, atingiu oito finais entre 1990 e 2002, não consecutivas, venceu em cinco ocasiões, tornando-se no primeiro tenista a vencer cinco vezes este torneio desde Jimmy Connors. Perdeu por três vezes e venceu cinco.

O outro grande campeão foi Federer que venceu por cinco vezes consecutivas, feito que não era alcançado desde Bill Tilden nos anos 20. Atingiu também uma sexta final de enfiada, no entanto, perdendo-a  para Del Potro. Como ainda não terminou a sua carreira, veremos se ele se torna o primeiro tenista desde Bill Tilden a vencer por seis vezes este torneio. Conseguirá ou não?

ANO FINAL RESULTADO
1981 John McEnroe (EUA)-Björn Borg (Suécia) 4-6/6-2/6-4/6-3
1982 Jimmy Connors (EUA)-Ivan Lendl (Checoslováquia) 6-3/6-2/4-6/6-4
1983 Jimmy Connors (EUA)-Ivan Lendl (Checoslováquia) 6-3/6-7/7-5/6-0
1984 John McEnroe (EUA)-Ivan Lendl (Checoslováquia) 6-3/6-4/6-1
1985 Ivan Lendl (Checoslováquia)-John McEnroe (EUA) 7-6/6-3/6-4
1986 Ivan Lendl (Checoslováquia)-Miloslav Mecir (Checoslováquia) 6-4/6-2/6-0
1987 Ivan Lendl (Checoslováquia)-Mats Wilander (Suécia) 6-7/6-0/7-6/6-4
1988 Mats Wilander (Suécia)-Ivan Lendl (Checoslováquia) 6-4/4-6/6-3/5-7/6-4
1989 Boris Becker (RFA)-Ivan Lendl (Checoslováquia) 7-6/1-6/6-3/7-6
1990 Pete Sampras (EUA)-Andre Agassi (EUA) 6-4/6-3/6-2
1991 Stefan Edberg (Suécia)-Jim Courier (EUA) 6-2/6-4/6-0
1992 Stefan Edberg (Suécia)-Pete Sampras (EUA) 3-6/6-4/7-6/6-2
1993 Pete Sampras (EUA)-Cedric Pioline (França) 6-4/6-4/6-3
1994 Andre Agassi (EUA)-Michael Stich (Alemanha) 6-1/7-6/7-5
1995 Pete Sampras (EUA)-Andre Agassi (EUA) 6-4/6-3/4-6/7-5
1996 Pete Sampras (EUA)-Michael Chang (EUA) 6-1/6-4/7-6
1997 Patrick Rafter (Austrália)-Greg Rusedski (Grã-Bretanha) 6-3/6-2/4-6/7-5
1998 Patrick Rafter (Austrália)-Mark Philippoussis (Austrália) 6-3/3-6/6-2/6-0
1999 Andre Agassi (EUA)-Todd Martin (EUA) 6-4/6-7/6-7/6-3/6-2
2000 Marat Safin (Rússia)-Pete Sampras (EUA) 6-4/6-3/6-3
2001 Lleyton Hewitt (Austrália)-Pete Sampras (EUA) 7-6/6-1/6-1
2002 Pete Sampras (EUA)-Andre Agassi (EUA) 6-3/6-4/5-7/6-4
2003 Andy Roddick (EUA)-Juan Carlos Ferrero (Espanha) 6-3/7-6/6-3
2004 Roger Federer (Suíça)-Lleyton Hewitt (Austrália) 6-0/7-6/6-0
2005 Roger Federer (Suíça)-Andre Agassi (EUA) 6-3/2-6/7-6/6-1
2006 Roger Federer (Suíça)-Andy Roddick (EUA) 6-2/4-6/7-5/6-1
2007 Roger Federer (Suíça)-Novak Djokovic (Sérvia) 7-6/7-6/6-4
2008 Roger Federer (Suíça)-Andy Murray (Grã-Bretanha) 6-2/7-5/6-2
2009 Juan Martín Del Potro (Argentina)-Roger Federer (Suíça) 3-6/7-6/4-6/7-6/6-2
2010 Rafael Nadal (Espanha)-Novak Djokovic (Sérvia) 6-4/5-7/6-4/6-2

Anúncios

Diversos campeões (Open EUA, Budge, Perry, Kramer)

Ao contrário dos períodos analisados anteriormente, neste não houve nenhum super-campeão, isto é, um tenista que ganhasse quatro, cinco ou mais vezes. Quem mais triunfou foi o britânico Fred Perry (até hoje o único desse país a aqui vencer), por três ocasiões. Sendo que Fred Perry, além de ser o último inglês a vencer um Grand Slam, foi, no entanto, o primeiro a vencer pelo menos uma vez cada um dos quatro torneios dessa categoria. Feit0 igual, ao vencer também um de cada, mas, mais especial, porque foi feito no mesmo ano, ou seja, Don Budge, juntou, em 1938, o título do Open dos EUA ao Roland Garros, Wimbledon e Open da Austrália, sendo o primeiro a vencer os quatro no mesmo ano. Façanha igualada apenas por Rod Laver em 1962 e 1969.

De resto, vários tenistas com dois títulos: Ellsworth Vines, Bobby Riggs, Frank Parker, Jack Kramer, Pancho Gonzales, Frank Sedgman (primeiro australiano a aqui vencer) e Tony Trabert. Este foram os que conseguiram o bis, isto é, dois triunfos. Como eu disse no início, nenhum foi um super-campeão, sendo este hiato temporal o que produziu mais campeões, até agora.

ANO FINAL RESULTADO
1931 Ellsworth Vines (EUA)-George M. Lott, Jr. (EUA) 7-9/6-3/9-7/7-5
1932 Ellsworth Vines (EUA)-Henri Cochet (França) 6-4/6-4/6-4
1933 Fred Perry (Grã-Bretanha)-Jack Crawford (Austrália) 6-3/11-13/4-6/6-0/6-1
1934 Fred Perry (Grã-Bretanha)  -Wilmer L. Allison (EUA) 6-4/6-3/1-6/8-6
1935 Wilmer L. Allison  (EUA)-Sidney B. Wood (EUA) 6-2/6-2/6-3
1936 Fred Perry (Grã-Bretanha)  -Don Budge (EUA) 2-6/6-2/8-6/1-6/10-8
1937 Don Budge (EUA)-Gottfried von Cramm (Alemanha) 6-1/7-9/6-1/3-6/6-1
1938 Don Budge (EUA)-C. Gene Mako (EUA) 6-3/6-8/6-2/6-1
1939 Bobby Riggs (EUA)-S. Welby van Horn (EUA) 6-4/6-2/6-4
1940 Donald McNeill (EUA)-Bobby Riggs (EUA) 4-6/6-8/6-3/6-3/7-5
1941 Bobby Riggs (EUA)-Francis Kovacs (EUA) 5-7/6-1/6-3/6-3
1942 Fred Schroeder, Jr. (EUA)  -Frank Parker (EUA) 8-6/7-5/3-6/4-6/6-2
1943 Ten. Joseph R. Hunt (EUA)-Seaman Jack Kramer (EUA) 6-3/6-8/10-8/6-0
1944 Sarg. Frank Parker (EUA)-William F. Talbert (EUA) 6-4/3-6/6-3/6-3
1945 Sarg. Frank Parker (EUA)-William F. Talbert (EUA) 14-12/6-1/6-2
1946 Jack Kramer (EUA)-Tom Brown, Jr. (EUA) 9-7/6-3/6-0
1947 Jack Kramer (EUA)-Frank Parker (EUA) 4-6/2-6/6-1/6-0/6-3
1948 Pancho Gonzales (EUA)-Eric W. Sturgess (África do Sul) 6-2/6-3/14-12
1949 Pancho Gonzales (EUA)-Ted Schroeder (EUA) 16-18/2-6/6-1/6-2/6-4
1950 Arthur Larsen (EUA)-Herbert Flam (EUA) 6-3/4-6/5-7/6-4/6-3
1951 Frank Sedgman (Austrália)-Vic Seixas (EUA) 6-4/6-1/6-1
1952 Frank Sedgman (Austrália)-Gardnar Mulloy (EUA) 6-1/6-2/6-3
1953 Tony Trabert (EUA)-Vic Seixas (EUA) 6-3/6-2/6-3
1954 Vic Seixas (EUA)-Rex Hartwig (Austrália) 3-6/6-2/6-4/6-4
1955 Tony Trabert (EUA)-Ken Rosewall (Austrália) 9-7/6-3/6-3

Primeiros campeões (Open EUA: Sears, Campbell)

Nos primórdos do Open dos EUA, apenas americanos venceram este torneio, ou seja, neste período de tempo, os primeiros 25 anos, apenas tenistas dos EUA venceram este torneio. O primeiro fez história: não só ainda é actualmente o tenista com mais vitórias neste torneio, sete, como as venceu consecutivamente, uma marca dificilmente igualável. Quem esteve perto disso, foi Lendl que disputou oito finais seguidas na década de 80, mas só triunfou em três. Também, Federer, no início do século XXI, foi a seis finais consecutivas, vencendo cinco. Igualado com sete triunfos, estão Bill Tilden e William A. Larned, já vencedor de duas neste período, mas não foram consecutivas, embora Tilden tenha ganho seis consecutivas e disputado também oito finais consecutivas, na década de 20, vencendo as últimas seis consecutivamente, mais eficácia que Lendl e também o que mais perto andou das sete consecutivas de Richard D. Sears.

Os tri de Oliver S.Campbell e Malcolm D.Whitman são feitos também admiráveis pois poucos conseguiram vencer três consecutivamente. Não esquecer, embora não consecutivos, os quatro triunfos de Robert D.Wrenn.

ANO FINAL RESULTADO
1881 Richard D. Sears (EUA)-William E. Glyn  (EUA) 6-0/6-3/6-2
1882 Richard D. Sears (EUA)-Clarence M. Clark (EUA) 6-1/6-4/6-0
1883 Richard D. Sears (EUA)-James Dwight (EUA) 6-2/6-0/9-7
1884 Richard D. Sears (EUA)-Howard A. Taylor (EUA) 6-0/1-6/6-0/6-2
1885 Richard D. Sears (EUA)-Godfrey M. Brinley (EUA) 6-3/4-6/6-0/6-3
1886 Richard D. Sears (EUA)-R. Livingston Beeckman (EUA) 4-6/6-1/6-3/6-4
1887 Richard D. Sears (EUA)-Henry W. Slocum, Jr. (EUA) 6-1/6-3/6-2
1888 Henry W. Slocum, Jr. (EUA)-Howard A. Taylor (EUA) 6-4/6-1/6-0
1889 Henry W. Slocum, Jr. (EUA)-Quincy Shaw (EUA) 6-3/6-1/4-6/6-2
1890 Oliver S. Campbell (EUA)-Henry W. Slocum, Jr. (EUA) 6-2/4-6/6-3/6-1
1891 Oliver S. Campbell (EUA)-Clarence Hobart (EUA) 2-6/7-5/7-9/6-1/6-2
1892 Oliver S. Campbell (EUA)-Fred H. Hovey (EUA) 7-5/3-6/6-3/7-5
1893 Robert D. Wrenn (EUA)-Fred H. Hovey (EUA) 6-4/3-6/6-4/6-4
1894 Robert D. Wrenn (EUA)-Manliff Goodbody (EUA) 6-8/6-1/6-4/6-4
1895 Fred H. Hovey EUA)-Robert D.Wrenn (EUA) 6-3/6-2/6-4
1896 Robert D. Wrenn (EUA)-Fred H. Hovey (EUA) 7-5/3-6/6-0/1-6/6-1
1897 Robert D. Wrenn (EUA)-Wilberforce Eaves (Grã-Bretanha) 4-6/8-6/6-3/2-6/6-2
1898 Malcolm D. Whitman (EUA)-Dwight F. Davis (EUA) 3-6/6-2/6-2/6-1
1899 Malcolm D. Whitman (EUA)-J. Parmly Paret (EUA) 6-1/6-2/3-6/7-5
1900 Malcolm D. Whitman (EUA)-William A. Larned (EUA) 6-4/1-6/6-2/6-2
1901 William A. Larned (EUA)-Beals C. Wright (EUA) 6-2/6-8/6-4/6-4
1902 William A. Larned (EUA)-Reginald Doherty (Grã-Bretanha) 4-6/6-2/6-4/8-6
1903 Hugh L. Doherty (EUA)-William A. Larned (EUA) 6-0/6-3/10-8
1904 Holcombe Ward (EUA)-William J. Clothier (EUA) 10-8/6-4/9-7
1905 Beals C. Wright (EUA)-Holcombe Ward (EUA) 6-2/6-1/11-9

Uma variedade de campeãs (Open EUA, Graf, Serena Williams e Clijsters)

Neste último período de tempo analisado, a principal jogadora foi Steffi Graf com cinco títulos. No entanto, houve várias campeãs: Monica Seles, Martina Navratilova, Venus e Serena Williams, Justine Henin, Kim Clijsters, Svetlana Kuznetsova, Maria Sharapova, Gabriela Sabatini, Arantxa Sánchez, Martina Hingis, Lindsay Davenport. Apesar de algumas só terem conquistado o troféu por uma vez, este é o espaço temporal com mais campeãs, destacando-se, além da tenista alemã, Serena Williams e  Kim Clijsters com três taças alcançadas.

Também se nota o facto de os títulos estarem divididos por tenistas de várias nacionalidades, ao contrário do que se passava anteriormente: alemã, belga, americana, suíça, espanhola, argentina, russa. O que demonstra que o ténis, agora sim, é uma modalidade global, em vez, do que acontecia há 30/40 anos atrás, onde ganhavam, com excepções, obviamente, tenistas dos mesmos países.

A final de 1995 entre Steffi Graf e Monica Seles foi bastante equilibrada e disputada até ao fim, com vitória da tenista germânica em três sets. Isto não seria nada de especial se não se passasse o seguinte, isto é, após esta final, as quinze seguintes não tiveram três sets, ou seja, desde 1995 final alguma foi à negra o que não deixa de ser curioso!

ANO FINAL RESULTADO
1987 Martina Navratilova (EUA)-Steffi Graf (RFA) 7-6/6-1
1988 Steffi Graf (RFA)-Gabriela Sabatini (Argentina) 6-3/3-6/6-1
1989 Steffi Graf (RFA)-Martina Navratilova (EUA) 3-6/7-5/6-1
1990 Gabriela Sabatini (Argentina)-Steffi Graf (RFA) 6-2/7-6
1991 Monica Seles (Jugoslávia)                -Martina Navratilova (EUA) 7-6/6-1
1992 Monica Seles (Jugoslávia)                -Arantxa Sánchez Vicario (Espanha) 6-3/6-3
1993 Steffi Graf (Alemanha)-Helena Sukova (Checoslováquia) 6-3/6-3
1994 Arantxa Sánchez Vicario (Espanha)-Steffi Graf (Alemanha) 1-6/7-6/6-4
1995 Steffi Graf (Alemanha)-Monica Seles (EUA) 7-6/0-6/6-3
1996 Steffi Graf (Alemanha)-Monica Seles (EUA) 7-5/6-4
1997 Martina Hingis (Suíça)-Venus Williams (EUA) 6-0/6-4
1998 Lindsay Davenport (EUA)-Martina Hingis (Suíça) 6-3/7-5
1999 Serena Williams (EUA)-Martina Hingis (Suíça) 6-3/7-6
2000 Venus Williams (EUA)-Lindsay Davenport (EUA) 6-4/7-5
2001 Venus Williams (EUA)-Serena Williams (EUA) 6-2/6-4
2002 Serena Williams (EUA)-Venus Williams (EUA) 6-4/6-3
2003 Justine Henin-Hardenne (Bélgica)-Kim Clijsters (Bélgica) 7-5/6-1
2004 Svetlana Kuznetsova (Rússia)-Elena Dementieva (Rússia) 6-3/7-5
2005 Kim Clijsters (Bélgica)-Mary Pierce (França) 6-3/6-1
2006 Maria Sharapova (Rússia)-Justine Henin-Hardenne (Bélgica) 6-4/6-4
2007 Justine Henin (Bélgica)-Svetlana Kuznetsova (Rússia) 6-1/6-3
2008 Serena Williams (EUA)-Jelena Jankovic (Sérvia) 6-4/7-5
2009 Kim Clijsters (Bélgica)-Caroline Wozniacki (Dinamarca) 7-5/6-3
2010 Kim Clijsters (Bélgica)-Vera Zvonareva (Rússia) 6-2/6-1

 

Mais super-campeãs (Open EUA-Evert, Navratilova, Smith e Billie Jean King)

Nestes 25 anos tivemos quatro grandes campeãs, todas elas deixaram a sua marca nos quatro torneios do Grand Slam, pois, venceram-os todos pelo menos uma vez. Chris Evert e Martina Navratilova venceram ambas por 18 vezes nessa categoria de torneio, Margaret Court ainda é a líder nesse departamento com 24 vitórias, Billie Jean King também conta com doze.   Estas foram as quatro grandes campeãs deste período, entre elas, colecionaram 18 das 25 edições aqui expostas. Realce-se ainda a primeira grande jogadora sul-americana, Maria Bueno com três vitórias neste período a juntar a uma no período anterior. Contudo, apesar destas quatro vitórias, Maria Bueno não venceu todos os quatro torneios do Gran Slam, apenas venceu em Wimbledon e aqui; no entanto e apesar de ficar longe dos números destas quatro super-campeãs, ainda venceu sete torneios do Grand Slam! Pouco em relação a estas, mas são sempre sete, quem dera a nós, portugueses, termos uma ou um que tivesse uma vitória quanto mais sete!

ANO FINAL RESULTADO
1962 Margaret Smith (Austrália)-Darlene Hard (EUA) 9-7/6-4
1963 Maria Bueno (Brasil)-Margaret Smith (Austrália) 7-5/6-4
1964 Maria Bueno (Brasil)-Carole Caldwell Graebner (EUA) 6-1/6-0
1965 Margaret Smith (Austrália)-Billie Jean Moffitt (EUA) 8-6/7-5
1966 Maria Bueno (Brasil)-Nancy Richey (EUA) 6-3/6-1
1967 Billie Jean King (EUA)-Ann Haydon Jones (Grã-Bretanha) 11-9/6-4
1968 Virginia Wade (Grã-Bretanha)-Billie Jean King (EUA) 6-4/6-4
1969 Margaret Smith Court (Austrália)-Nancy Richey (EUA) 6-2/6-2
1970 Margaret Smith Court (Austrália)-Rosemary Casals (EUA) 6-2/2-6/6-1
1971 Billie Jean King (EUA)-Rosemary Casals (EUA) 6-4/7-6
1972 Billie Jean King (EUA)-Kerry Melville (Austrália) 6-3/7-5
1973 Margaret Smith Court (Austrália)-Evonne Goolagong (Austrália) 7-6/5-7/6-2
1974 Billie Jean King (EUA)-Evonne Goolagong (Austrália) 3-6/6-3/7-5
1975 Chris Evert (EUA)-Evonne Goolagong (Austrália) 5-7/6-4/6-2
1976 Chris Evert (EUA)-Evonne Goolagong (Austrália) 6-3/6-0
1977 Chris Evert (EUA)-Wendy Turnbull (Austrália) 7-6/6-2
1978 Chris Evert (EUA)-Pam Shriver (EUA) 7-5/6-4
1979 Tracy Austin (EUA)-Chris Evert Lloyd (EUA) 6-4/6-3
1980 Chris Evert Lloyd (EUA)-Hana Mandlikova (Checoslováquia) 5-7/6-1/6-1
1981 Tracy Austin (EUA)-Martina Navratilova (EUA) 1-6/7-6/7-6
1982 Chris Evert Lloyd (EUA)-Hana Mandlikova (Checoslováquia) 6-3/6-1
1983 Martina Navratilova (EUA)-Chris Evert Lloyd (EUA) 6-1/6-3
1984 Martina Navratilova (EUA)-Chris Evert Lloyd (EUA) 4-6/6-4/6-4
1985 Hana Mandlikova (Checoslováquia)-Martina Navratilova (EUA) 7-6/1-6/7-6
1986 Martina Navratilova (EUA)-Helena Sukova (Checoslováquia) 6-3/6-2

Mais do mesmo (Open EUA: Marble, Betz e Connolly)

Neste período de 25 torneios, finais de torneio, mantendo o que se vinha  a verificar desde o ínicio, embora, por razões diferentes, sobretudo quando se disputava no final do século XIX; de qualquer forma, apenas por duas vezes o torneio não foi ganho por norte-americanas: em 1937, pela chilena Anita Lizana e em 1959, pela brasileira Maria Bueno. De resto, tudo sucesso de tenistas nativas desse país que alberga e dá nome a este torneio, os EUA.

Entre esses triunfos americanos, realçe-se os diversos tri conseguidos consecutivamente: Alice Marble entre 1938-1940, juntando ao título de 1936, perfazendo quatro triunfos neste torneio; o tri de Pauline Betz entre 1942 e 1944. adicionando o título de 1946, também totalizando quatro triunfos; os tri seguidos, aos quais não juntaram mais troféus: Margaret Osborne duPont entre 1948-1950 e Maureen Connolly 1951,1952 e 1953. Por fim, os três bis de tenistas diferentes: 1954-1955, Doris Hart; 1957-1958, Althea Gibson, primeira afro-americana a vencer um Grand Slam, só Serena Williams 40 anos depois, conseguiria o mesmo, tal como a sua irmã Venus; 1960-1961, Darlene Hard.

ANO FINAL RESULTADO
1937 Anita Lizana (Chile)-Jadwiga Jedrzejowska (Polónia) 6-4/6-2
1938 Alice Marble (EUA)-Nancye Wynne (Austrália) 6-0/6-3
1939 Alice Marble (EUA)-Helen H. Jacobs (EUA) 6-0/8-10/6-4
1940 Alice Marble (EUA)-Helen H. Jacobs (EUA) 6-2/6-3
1941 Sarah Palfrey Cooke (EUA)-Pauline Betz (EUA) 7-5/6-2
1942 Pauline Betz (EUA)-Louise Brough (EUA) 4-6/6-1/6-4
1943 Pauline Betz (EUA)-Louise Brough (EUA) 6-3/5-7/6-3
1944 Pauline Betz (EUA)-Margaret Osborne (EUA) 6-3/8-6
1945 Sarah Palfrey Cooke (EUA)-Pauline Betz (EUA) 3-6/8-6/6-4
1946 Pauline Betz (EUA)-Patricia Canning (EUA) 11-9/6-3
1947 Louise Brough (EUA)-Margaret Osborne (EUA) 8-6/4-6/6-1
1948 Margaret Osborne duPont (EUA)-Louise Brough (EUA) 6-4/6-4
1949 Margaret Osborne duPont (EUA)-Doris Hart (EUA) 6-4/6-1
1950 Margaret Osborne duPont (EUA)-Doris Hart (EUA) 6-3/6-3
1951 Maureen Connolly (EUA) -Shirley Fry (EUA) 6-3/1-6/6-4
1952 Maureen Connolly (EUA)-Doris Hart (EUA) 6-3/7-5
1953 Maureen Connolly (EUA)-Doris Hart (EUA) 6-2/6-4
1954 Doris Hart (EUA)-Louise Brough (EUA) 6-8/6-1/8-6
1955 Doris Hart (EUA)-Patricia Ward (Grã-Bretanha) 6-4/6-2
1956 Shirley Fry (EUA)-Althea Gibson (EUA) 6-3/6-4
1957 Althea Gibson (EUA)-Louise Brough (EUA) 6-3/6-2
1958 Althea Gibson (EUA)-Darlene Hard (EUA) 3-6/6-1/6-2
1959 Maria Bueno (Brasil)-Christine Truman (Grã-Bretanha) 6-1/6-4
1960 Darlene Hard (EUA)-Maria Bueno (Brasil) 6-4/12-10
1961 Darlene Hard (EUA)-Ann Haydon (Grã-Bretanha) 6-3/6-4

As grandes campeãs da história do Open dos EUA: Helen Wills, Helen Jacobs, Molla Bjurstedt)

Este período de 25 anos fica marcado por ter sido o hiato temporal em que duas jogadoras se destacaram e vincaram recordes que dificilmente serão igualados tão cedo. As figuras em causa são Molla Bjurstedt com oito vitórias neste torneio, recorde ainda por igualar; e a que mais perto esteve de igualar esse registo: Helen Wills com sete triunfos aqui.  Apesar de ser a grande campeã deste torneio, Molla nunca venceu fora deste em termos de torneios do grand slam, ao contrário de Helen Wills que é ainda a terceira com mais títulos do grand slam, 19, só batida por Steffi Graf e Margaret Court, apesar de nunca ter vencido no Open da Austrália. Tal como no Open dos EUA é segunda com sete vitórias na história do torneio, em Wimbledon também está na mesma situação com oito triunfos, superada pelos nove de Martina Navratilova.

Outras tenistas que marcaram a história deste torneio neste período foram Mary Browne com três vitórias consecutivas entre 1912 e 1914; e, assim como, Helen Jacobs com quatro triunfos consecutivos entre 1932 e 1935, também elas a garantirem um lugar na história do torneio.

ANO FINAL RESULTADO
1912 Mary Browne (EUA)-Eleonora Sears (EUA) 6-4/6-2
1913 Mary Browne (EUA)-Dorothy Green (EUA) 6-2/7-5
1914 Mary Browne (EUA)-Marie Wagner (EUA) 6-2/1-6/6-1
1915 Molla Bjurstedt (Noruega)-Hazel Hotchkiss Wightman (EUA) 4-6/6-2/6-0
1916 Molla Bjurstedt (Noruega)-Louise Hammond Raymond (EUA) 6-0/6-1
1917 Molla Bjurstedt (Noruega)-Marion Vanderhoef (EUA) 4-6/6-0/6-2
1918 Molla Bjurstedt (Noruega)-Eleanor E. Goss (EUA) 6-4/6-3
1919 Hazel Hotchkiss Wightman (EUA)-Marion Zinderstein (EUA) 6-1/6-2
1920 Molla B. Mallory (EUA)-Marion Zinderstein (EUA) 6-3/6-1
1921 Molla B. Mallory (EUA)-Mary K. Browne (EUA) 4-6/6-4/6-2
1922 Molla B. Mallory (EUA)-Helen Wills (EUA) 6-3/6-1
1923 Helen Wills (EUA)-Molla B. Mallory (EUA) 6-2/6-1
1924 Helen Wills (EUA)-Molla B. Mallory (EUA) 6-1/6-3
1925 Helen Wills (EUA)-Kathleen McKane (Grã-Bretanha) 3-6/6-0/6-2
1926 Molla B. Mallory (EUA)-Elizabeth Ryan (EUA) 4-6/6-4/9-7
1927 Helen Wills (EUA)-Betty Nuthall (Grã-Bretanha) 6-1/6-4
1928 Helen Wills (EUA)-Helen J. Jacobs (EUA) 6-2/6-1
1929 Helen Wills (EUA)-Phoebe Holcroft Watson (Grã-Bretanha) 6-4/6-2
1930 Betty Nuthall (Grã-Bretanha)-Anna McCune Harper (EUA) 6-1/6-4
1931 Helen Wills Moody (EUA)-Eileen Bennett Whitingstall (Grã-Bretanha) 6-4/6-1
1932 Helen H. Jacobs (EUA)-Carolin A. Babcock (EUA) 6-2/6-2
1933 Helen H. Jacobs (EUA)-Helen Wills Moody (EUA) 8-6/3-6/6-0
1934 Helen H. Jacobs (EUA)-Sarah H. Palfrey (EUA) 6-1/6-4
1935 Helen H. Jacobs (EUA)-Sarah H. Palfrey Fabyan (EUA) 6-2/6-4
1936 Alice Marble (EUA)-Helen H. Jacobs (EUA) 4-6/6-3/6-2

As primeiras campeãs do Open dos EUA: Hotchkiss, Moore, Athkinson)

Os primórdios do Open dos EUA de ténis foram marcados por um domínio quase absoluto de tenistas nativas desse país. A única excepção foi a britânica Mabel Cahill com dois triunfos em 1891 e 1892, de resto, só vitórias norte-americanas.

A tenista que mais se destacou neste hiato de tempo foi Elisabeth Moore com quatro triunfos. O mesmo número de vitórias tem Hazel Hotchkiss, todavia, apenas três neste espaço temporal. Ainda com três também Juliette Athkinson. Estes foram as três tenistas que mais se destacaram nas primeiras 25 edições do Open dos EUA.

Embora, não tivessem grande sucesso fora do torneio, do principal torneio do seu país, ou seja, pouco sucesso nos outros três torneios do Grand Slam. Posteriormente apareceriam as primeiras grandes campeãs das história do ténis. Mas isso fica para um futuro post.

ANO FINAL RESULTADO
1887 Ellen Hansell (EUA)-Laura Knight (EUA) 6-1/6-0
1888 Bertha L. Townsend (EUA)-Ellen Hansell (EUA) 6-3/7-5
1889 Bertha L. Townsend (EUA)-Lida D. Voorhes (EUA) 7-5/6-2
1890 Ellen C. Roosevelt (EUA)  -Bertha L. Townsend (EUA) 6-2/6-2
1891 Mabel Cahill (Grã-Bretanha))-Ellen C. Roosevelt (EUA) 6-4//6-1/4-6/6-3
1892 Mabel Cahill (Grã-Bretanha)-Elisabeth Moore (EUA) 5-7/6-3/6-4/4-6/6-2
1893 Aline Terry (EUA)-Augusta Schultz (EUA) 6-1/6-3
1894 Helen Hellwig (EUA)-Aline Terry (EUA) 7-5/3-6/6-0/3-6/6-3
1895 Juliette Atkinson (EUA)-Helen Hellwig (EUA) 6-4/6-2/6-1
1896 Elisabeth Moore (EUA)-Juliette Atkinson (EUA) 6-4/4-6/6-2/6-2
1897 Juliette Atkinson (EUA)-Elisabeth Moore (EUA) 6-3/6-3/4-6/3-6/6-3
1898 Juliette Atkinson (EUA)-Marion Jones (EUA) 6-3/5-7/6-4/2-6/7-5
1899 Marion Jones (EUA)-Maud Banks (EUA) 6-1/6-1/7-5
1900 Myrtle McAteer (EUA)-Edith Parker (EUA) 6-2/6-2/6-0
1901 Elisabeth Moore (EUA)-Myrtle McAteer (EUA) 6-4/3-6/7-5/2-6/6-2
1902 Marion Jones (EUA)-Elisabeth Moore (EUA) 6-1/1-0 desistiu
1903 Elisabeth Moore (EUA)-Marion Jones (EUA) 7-5/8-6
1904 May Sutton (EUA)-Elisabeth Moore (EUA) 6-1/6-2
1905 Elisabeth Moore (EUA)-Helen Homans (EUA) 6-4/5-7/6-1
1906 Helen Homans (EUA)-Maud Barger-Wallach (EUA) 6-4/6-3
1907 Evelyn Sears (EUA)-Carrie Neely (EUA) 6-3/6-2
1908 Maud Barger Wallach (EUA)-Evelyn Sears (EUA) 6-3/1-6/6-3
1909 Hazel Hotchkiss (EUA)-Maud Barger-Wallach (EUA) 6-0/6-1
1910 Hazel Hotchkiss (EUA)-Louise Hammond (EUA) 6-4/6-2
1911 Hazel Hotchkiss(EUA)-Florence Sutton (EUA) 8-10/6-1/9-7

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑