1987-88, primeira subida do Nacional à I Liga

fpf 7

 

O Nacional da Madeira subiu esta época à I Liga. Aqui vou abordar a primeira vez que este clube foi promovido à então I Divisão. Isso aconteceu na época de 1987-88. A II Liga não existia, havia apenas II e III Divisão, além da I Divisão. Nessa temporada subiam seis equipas ao escalão máximo do futebol português, 2 da Zona Norte, 2 da Zona Centro e 2 da Zona Sul, enquanto desciam o mesmo número da primeira. Na Zonal Sul, o Nacional, terminou em segundo atrás do Estrela Amadora que também subiu este ano pela primeira vez à primeira. Uma subida com alguma folga, cinco pontos de vantagem sobre o Louletano (à altura a vitória só valia dois pontos). Na primeira época na I Divisão, em 1988-89 ficaram em décimo. Esta aventura durou três anos. Depois, só no século XXI regressariam, em 2001-02. Uma estadia de 15 anos onde foi apurado para as competições europeias, ficando duas vezes em quarto, 2003-04 e 2008-09. Veremos se nesta nova vida, em 2018-19 igualarão esses anos.

 

 

1987-88 J V E D GOLOS P
1-Estrela Amadora 38 24  8  6 64-22 56
2-Nacional 38 25  5  8 69-25 55
3-Louletano 38 23  4 11 80-36 50
4-Estoril 38 18 11  9 55-35 47
5-Barreirense 38 15 14  9 42-37 44
6-União Madeira 38 16 10 12 59-39 42
7-Sacavenense 38 14 13 11 43-40 41
8-Atlético 38 15 10 13 55-39 40
9-Oriental 38 14 11 13 53-51 39
10-Silves 38 12 14 12 38-47 38
11-Olhanense 38 15  8 15 50-43 38
12-Esperança Lagos 38 14  8 16 39-48 36
13-Santiago do Cacém 38 12 11 15 36-55 35
14-Montijo 38 13  7 18 46-51 33
15-Amora 38 11  9 18 43-64 31
16-Lusitânia 38 10 11 17 26-54 31
17-Cova Piedade 38  8 14 16 40-54 30
18-Samora Correia 38 10  7 21 33-58 27
19-Pescadores 38  8  8 22 33-74 24
20-Santa Clara 38  5 13 20 19-51 23

 

 

Anúncios

Finais da Taça de Portugal de Basquetebol Feminino: 1988-89 a 2012-13

 

ÉPOCA FASE ATINGIDA/ADVERSÁRIO RESULTADO
     
1988-89 Estrelas Avenida-CDUL 55-46
1989-90 Estrelas Avenida-CIBF 79-55
1990-91 Estrelas Avenida-Estrela Amadora 67-54
1991-92 Estrelas Avenida-Académico Porto 60-55
1992-93 União Santarém-Estrelas Avenida 57-55
1993-94 União Santarém-CAB 88-61
1994-95 Estrelas Avenida-Olivais FC 66-55
1995-96 CAB-Anadia 70-63
1996-97 União Santarém-Anadia 88-86
1997-98 União Santarém-Olivais FC 72-62
1998-99 CAB-Nacional 76-66
1999-2000 CAB-Nacional 60-46
2000-01 Santarém Basket-Olivais FC 76-53
2001-02 Santarém Basket-CAB 69-63
2002-03 Santarém Basket-Olivais FC 69-56
2003-04 GDESSA-Olivais FC 65-59
2004-05 GDESSA-CAB 71-59
2005-06 CAB-Boa Viagem 90-73
2006-07 CAB-Boa Viagem 80-68
2007-08 Vagos-Algés 62-53
2008-09 Olivais FC-Vagos 73-63
2009-10 Olivais FC-Boa Viagem 67-58
2010-11 Quinta dos Lombos-Algés 78-56
2011-12 Vagos-Algés 55-49
2012-13 Algés-CAB 80-72
     
+Campo neutro; *recinto adversário  

Este ciclo começou com quatro taças consecutivas do Estrelas Avenida. Adicionaria a de 1994-95 e ocupa o terceiro lugar de equipas com mais taças, cinco. O CAB também faz parte desse grupo, com cinco taças neste período (1995-96, 1998-99, 1999-2000, 2005-06 e 2006-07).  Com quatro taças neste hiato, surge o União Santarém com dois bis (1992-93 e 1993-94; 1996-97 e 1997-98). Com três, todas consecutivas, surge o Santarém Basket (2000-01 a 2002-03). Depois com duas GDESSA, Olivais FC e Vagos. Com uma aparece Quinta dos Lombos. Todos os clube enunciados neste primeiro parágrafo não conquistaram mais taças, isto é, apenas triunfaram neste ciclo, antes não.

O Algés fecha este ciclo com o triunfo em 2012-13. Ao contrário das outras equipas, tinha cinco taças festejadas nos anos 80, no período exposto neste blog anterior a este. Com essa vitória isolou-se no segundo lugar do palmarés da prova com seis taças, só o CIF com sete tem mais.

fpb

Finais da Taça de Portugal de Voleibol: 1989-90 a 2012-13

Uma era marcada pelo domínio de dois clubes, Benfica e Sporting Espinho, cada um com sete troféus conquistados. Os espinhenses fizeram algo, até agora, inédito na história desta competição ao ganhar por seis vezes seguidas (1995-96 a 2000-01). Feito que ninguém se quer se aproximou, pois, o máximo atingido foram três festejos consecutivos, conseguido três vezes pelo Benfica e uma pelo FC Porto e o Castêlo Maia.

Os portistas praticamente não contam para este período, porque extinguiram o voleibol em 1991, mas os maiatos, depois de alguma surpresa na vitória de 1993-94, obtida ao fim de cinco sets, frente ao Sporting, conseguiram não só o tri na Taça, entre 2001-02 e 2003-04, como respetivamente três dobradinhas. Em 2009-10, ganharam pela quinta vez, batendo o Benfica na final, sendo,  com o Leixões o quarto clube com mais taças conquistadas, todas conquistadas em 17 anos. Os matosinhenses, longe do poderio de outros anos, foram o clube que mais saiu a perder neste hiato temporal: quatro finais, quatro derrotas, sem ganhar um único set nas quatro!

Finalmente, o Sporting, antes de extinguir, também a modalidade em 1995, ainda teve tempo de triunfar em três finais e perder outras duas, entre, 1990-91 e 1994-95. Estas foram as únicas vitórias dos leões nesta prova. Foram, até hoje, inéditas e únicas, as vitórias do Vitória Guimarães (2008-09) e Fonte Bastardo (2012-13). O futuro dirá se mais se seguirão!

fpv 2

ÉPOCA FASE ATINGIDA/ADVERSÁRIO RESULTADO
     
1989-90 Benfica-Leixões 3-0 (15-4,15-7,15-11)
1990-91 Sporting-Académica Espinho 3-0 (15-6,15-13,15-5)
1991-92 Benfica-Sporting 3-2 (16-14,9-15,16-14,6-15,17-16)
1992-93 Sporting-Nacional 3-0 (15-3,15-4,15-6)
1993-94 Castêlo Maia-Sporting 3-2 (15-12,15-8,5-15,12-15,15-12)
1994-95 Sporting-Sporting Espinho 3-0 (15-6,15-4,15-13)
1995-96 Sporting Espinho-Leixões 3-0 (15-5,15-5,15-4)
1996-97 Sporting Espinho-Castêlo Maia 3-0 (15-8,15-13,15-5)
1997-98 Sporting Espinho-Castêlo Maia 3-0 (15-11,15-8,15-10)
1998-99 Sporting Espinho-Castêlo Maia 3-0 (15-10,15-13,15-6)
1999-2000 Sporting Espinho-Leixões 3-0 (25-18,25-18,25-20)
2000-01 Sporting Espinho-Nacional 3-0 (25-23,25-22,25-23)
2001-02 Castêlo Maia-Leixões 3-0 (25-21,25-20,25-18)
2002-03 Castêlo Maia-Vitória Guimarães 3-0 (25-21,25-23,25-16)
2003-04 Castêlo Maia-Vitória Guimarães 3-0 (27-25,25-14,25-21)
2004-05 Benfica-Esmoriz 3-2 (22-25,23-25,25-14,25-16,16-14)
2005-06 Benfica-Sporting Espinho 3-0 (25-19,25-19,25-22)
2006-07 Benfica-Castêlo Maia 3-0 (25-23,27-25,25-23)
2007-08 Sporting Espinho-Vitória Guimarães 3-0 (25-22,25-22

,25-22)

2008-09 Vitória Guimarães-Sporting Espinho 3-2 (25-22,16-25,25-22,18-25,15-7)
2009-10 Castêlo Maia-Benfica 3-1 (26-24,21-25,25-19,25-23)
2010-11 Benfica-Sporting Espinho 3-0 (25-22,25-18,25-19)
2011-12 Benfica-Académica Espinho 3-1 (21-25,25-12,25-16,25-15)
2012-13 Fonte Bastardo-Vitória Guimarães 3-0 (25-20,25-15,25-21)
     
+Campo neutro; *recinto adversário  

 

 

 

 

 

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑