Benfica-FC Porto na Taça de Portugal

fpf 13

 

 

ÉPOCA FASE ATINGIDA/ADVERSÁRIO RESULTADO
     
1930-31 FINAL: Benfica-FC Porto 3-0
1931-32 Meias-finais: Benfica-FC Porto 1-2/0-3
1932-33 Quartos-de-final: FC Porto-Benfica 8-0/2-4
1937-38 Quartos-de-final: FC Porto-Benfica 4-2/0-7
1938-39 Meias-finais: FC Porto-Benfica 6-1/0-6
1940-41 Quartos-de-final: Benfica-FC Porto 3-4/2-0
1952-53 FINAL: Benfica-FC Porto 5-0
1957-58 FINAL: FC Porto-Benfica 1-0
1958-59 FINAL: Benfica-FC Porto 1-0
1961-62 Oitavos-de-final: FC Porto-Benfica 2-2/1-3
1963-64 FINAL: Benfica-FC Porto 6-2
1964-65 2ªeliminatória: Benfica-FC Porto 4-1/1-1
1967-68 Meias-finais: FC Porto-Benfica 2-2/3-0
1968-69 4ªeliminatória: Benfica-FC Porto 3-0
1971-72 Meias-finais: Benfica-FC Porto 6-0
1973-74 Meias-finais: FC Porto-Benfica 0-3
1979-80 FINAL: Benfica-FC Porto 1-0
1980-81 FINAL: Benfica-FC Porto 3-1
1981-82 Quartos-de-final: FC Porto-Benfica 0-1
1982-83 FINAL: Benfica-FC Porto 1-0
1984-85 FINAL: Benfica-FC Porto 3-1
1985-86 Oitavos-de-final: Benfica-FC Porto 2-1
1987-88 Meias-finais: FC Porto-Benfica 1-0
1990-91 Quartos-de-final: FC Porto-Benfica 2-1
1992-93 Oitavos-de-final: FC Porto-Benfica 1-1/0-2
1996-97 Meias-finais: Benfica-FC Porto 2-0
2000-01 Oitavos-de-final: Benfica-FC Porto 1-1/0-4
2003-04 FINAL: Benfica-FC Porto 2-1 a.p.
2010-11 Meias-finais: FC Porto-Benfica 0-2/3-1
     
+Campo neutro; *recinto adversário  

Antes de mais, Benfica e FC Porto defrontaram-se na final da Taça de Portugal por dez vezes. O Benfica venceu nove: 1930-31, 1952-53, 1958-59, 1963-64, 1979-80, 1980-81, 1982-83, 1984-85 e 2003-04. O FC Porto apenas uma: 1957-58. Os portuenses já foram bem derrotados em algumas finais: 5-0 em 1952-53, 6-2 em 1963-64 e 3-0 em 1930-31; contra uma magra vitória em 1957-58 por 1-0. Entre 1979-80 e 1984-85, seis épocas, disputaram-se quatro finais entre o Benfica e o FC Porto. Precisamente a seguinte denominação Benfica-FC Porto, pois os encarnados venceram todas as quatro, chegando mesmo a triunfar, em 1982-83, numa final realizada no Estádio das Antas, casa dos dragões, por 1-0. Nem mesmo José Mourinho conseguiu acabar com a tradição das águias em finais contra os portistas, perdendo, após prolongamento, a de 2003-04 (1-2).

Estes dois clubes já se encontraram muitas vezes em eliminatórias da prova rainha do futebol português: 19. Os lisboetas passaram 12 vezes e os portuenses sete. Uma das mais marcantes foi em 1932-33, quando FC Porto impingiu a maior derrota da história do futebol encarnado, ganhando na primeira mão dos quartos-de-final por 8-0! O Benfica não demorou muito a responder: em 1937-38, depois de ter perdido na primeira mão dos quartos-de-final por 4-2, respondeu com uns 7-0, na segunda mão, maior derrota dos portistas na Taça de Portugal, igualada em 1942-43, pelo Vitória Setúbal, então na II Divisão!!!

Houve vários confrontos interessantes, algumas humilhações que os portistas passaram, 6-0, em 1971-72, 3-0, em pleno Estádio das Antas em 1973-74, 4-1, em 1964-65. O FC Porto por sua vez: 3-0, em 1967-68 e 4-0 em 2000-01. Outras eliminatórias equilibradas. Mas, há duas que se destacam em 1938-39, nas meias-finais e em 2010-11, na mesma fase da prova, sendo ambas disputadas em dois jogos. Em 1938-39, depois da primeira mão, os portistas já pensavam na final, depois de obliterar o Benfica por 6-1. Contudo, em 75 minutos, o Benfica deu a volta e triunfou por 6-0. Digo 75 minutos, pois os dragões abandonaram o jogo não engolindo tamanha recuperação! A outra deu-se em 2010-11. Tal como em 1938-39, nas meias-finais, o Benfica ganhou 2-0, no Dragão, por isso, também já fazia preparativos para a final. No entanto, na segunda mão, a super-equipa de André Villas Boas, que nessa temporada ganhou tudo menos a Taça de Liga, venceu por 3-1 na Luz e avançou para mais uma final!

Anúncios

Finais da Taça de Portugal de Basquetebol: 1999-2000 a 2012-13

fpb

 

 

Nestas 14 edições da Taça de Portugal de Basquetebol, últimas 14, o FC Porto foi o grande dominador com seis troféus. Seguem-se a Portugal Telecom e o Vitória Guimarães com duas. Queluz, Ovarense, CAB e Oliveirense conquistaram uma cada.

Os portistas têm um total de treze taças no seu palmarés, só batido pelo Benfica com 18. Os vimaranenses e a Portugal Telecom, não conquistaram mais taças, têm duas; tal como o CAB e a Oliveirense que apenas ostentam esta. Queluz soma esta à de 1982-83, conquistando uma dobradinha em 2004-05; a Ovarense junta esta às de 1988-89 e 1989-90. festejando por três vezes.

 

ÉPOCA FASE ATINGIDA/ADVERSÁRIO RESULTADO
     
1999-2000 FC Porto-Ovarense 83-76
2000-01 Portugal Telecom-Ovarense 102-88
2001-02 Portugal Telecom-Oliveirense 91-85
2002-03 Oliveirense-CAB 75-65
2003-04 FC Porto-Ovarense 97-88
2004-05 Queluz-Ovarense 71-62
2005-06 FC Porto-Benfica 95-84
2006-07 FC Porto-Belenenses 86-77
2007-08 Vitória Guimarães-FC Porto 65-64
2008-09 Ovarense-AD Vagos 92-87 a.p.
2009-10 FC Porto-Ovarense 71-70
2010-11 CAB-CB Penafiel 64-62
2011-12 FC Porto-Académica 58-47
2012-13 Vitória Guimarães-Benfica 100-81
     
+Campo neutro; *recinto adversário  

Finais da Taça de Portugal de Voleibol: 1989-90 a 2012-13

Uma era marcada pelo domínio de dois clubes, Benfica e Sporting Espinho, cada um com sete troféus conquistados. Os espinhenses fizeram algo, até agora, inédito na história desta competição ao ganhar por seis vezes seguidas (1995-96 a 2000-01). Feito que ninguém se quer se aproximou, pois, o máximo atingido foram três festejos consecutivos, conseguido três vezes pelo Benfica e uma pelo FC Porto e o Castêlo Maia.

Os portistas praticamente não contam para este período, porque extinguiram o voleibol em 1991, mas os maiatos, depois de alguma surpresa na vitória de 1993-94, obtida ao fim de cinco sets, frente ao Sporting, conseguiram não só o tri na Taça, entre 2001-02 e 2003-04, como respetivamente três dobradinhas. Em 2009-10, ganharam pela quinta vez, batendo o Benfica na final, sendo,  com o Leixões o quarto clube com mais taças conquistadas, todas conquistadas em 17 anos. Os matosinhenses, longe do poderio de outros anos, foram o clube que mais saiu a perder neste hiato temporal: quatro finais, quatro derrotas, sem ganhar um único set nas quatro!

Finalmente, o Sporting, antes de extinguir, também a modalidade em 1995, ainda teve tempo de triunfar em três finais e perder outras duas, entre, 1990-91 e 1994-95. Estas foram as únicas vitórias dos leões nesta prova. Foram, até hoje, inéditas e únicas, as vitórias do Vitória Guimarães (2008-09) e Fonte Bastardo (2012-13). O futuro dirá se mais se seguirão!

fpv 2

ÉPOCA FASE ATINGIDA/ADVERSÁRIO RESULTADO
     
1989-90 Benfica-Leixões 3-0 (15-4,15-7,15-11)
1990-91 Sporting-Académica Espinho 3-0 (15-6,15-13,15-5)
1991-92 Benfica-Sporting 3-2 (16-14,9-15,16-14,6-15,17-16)
1992-93 Sporting-Nacional 3-0 (15-3,15-4,15-6)
1993-94 Castêlo Maia-Sporting 3-2 (15-12,15-8,5-15,12-15,15-12)
1994-95 Sporting-Sporting Espinho 3-0 (15-6,15-4,15-13)
1995-96 Sporting Espinho-Leixões 3-0 (15-5,15-5,15-4)
1996-97 Sporting Espinho-Castêlo Maia 3-0 (15-8,15-13,15-5)
1997-98 Sporting Espinho-Castêlo Maia 3-0 (15-11,15-8,15-10)
1998-99 Sporting Espinho-Castêlo Maia 3-0 (15-10,15-13,15-6)
1999-2000 Sporting Espinho-Leixões 3-0 (25-18,25-18,25-20)
2000-01 Sporting Espinho-Nacional 3-0 (25-23,25-22,25-23)
2001-02 Castêlo Maia-Leixões 3-0 (25-21,25-20,25-18)
2002-03 Castêlo Maia-Vitória Guimarães 3-0 (25-21,25-23,25-16)
2003-04 Castêlo Maia-Vitória Guimarães 3-0 (27-25,25-14,25-21)
2004-05 Benfica-Esmoriz 3-2 (22-25,23-25,25-14,25-16,16-14)
2005-06 Benfica-Sporting Espinho 3-0 (25-19,25-19,25-22)
2006-07 Benfica-Castêlo Maia 3-0 (25-23,27-25,25-23)
2007-08 Sporting Espinho-Vitória Guimarães 3-0 (25-22,25-22

,25-22)

2008-09 Vitória Guimarães-Sporting Espinho 3-2 (25-22,16-25,25-22,18-25,15-7)
2009-10 Castêlo Maia-Benfica 3-1 (26-24,21-25,25-19,25-23)
2010-11 Benfica-Sporting Espinho 3-0 (25-22,25-18,25-19)
2011-12 Benfica-Académica Espinho 3-1 (21-25,25-12,25-16,25-15)
2012-13 Fonte Bastardo-Vitória Guimarães 3-0 (25-20,25-15,25-21)
     
+Campo neutro; *recinto adversário  

 

 

 

 

 

Finais da Taça Portugal de Voleibol: 1964-65 a 1988-89

fpv

Nos alvores da Taça de Portugal de Voleibol, a primeira taça foi para o Sporting Espinho frente ao pouco conhecido Académica Avintes. Marcou também a primeira dobradinha da história da modalidade em Portugal. Depois, o Benfica conseguiu a primeira das 14 taças que ostenta no palmarés. É o que mais vezes a conquistou. O Técnico, ainda o segundo clube com mais campeonatos conquistados (13), apesar do último ter sido em 1967-68 e de muitos terem sido conquistados quando a Taça de Portugal ainda não se jogava, conseguiu em 1966-67 a sua única dobradinha e a sua única taça. Disputaria mais uma final, em 1976-77, derrotado pelo Leixões.

Os matosinhenses obtiveram todas as suas cinco taças que têm no seu historial, durante este primeiro período de tempo analisado, festejaram a primeira em 1968-69, batendo o Benfica no primeiro desses triunfos. Seguiram-se vitórias em 1972-73 frente ao Sporting Espinho, o já falado frente ao Técnico, em 1982-83 frente ao Esmoriz e em 1988-89 contra o Sporting. Também, 1988-89, marcou, apesar dos oito campeonatos ganhos pelo Leixões, a única dobradinha do seu palmarés. Dobradinha maldita, pois, desde 1988-89, que o Leixões não ganha nada.

O FC Porto, que não tem voleibol desde 1990-91, venceu todas as suas seis taças neste hiato temporal, conseguindo ganhar três de forma consecutiva entre 1969-70 e 1971-72. Depois voltou a celebrar nos anos 80 (1986-87 e 1987-88), apesar de nessas duas temporadas não ter havido final, isto é, disputou-se um mini-campeonato de quatro equipas, quem fizesse mais pontos ganhava a prova.

O Benfica foi o clube que mais taças ganhou neste período: sete, conseguindo dois tris nos anos 70, entre 1973-74 e 1975-76, 1977-78 e 1979-80. O Sporting Espinho glorificou-se por quatro vezes; uma das maiores surpresas da competição, o ISEF em 1985-86; Esmoriz em 1981-82, fecham os clubes que venceram a Taça de Portugal neste período.

Finalmente, destaque para um pormenor, a derrota do Lisboa e Ginásio na final de 1965-66. Única final alcançada e consequente derrota, marcaram um dos últimos grandes momentos deste clube no voleibol. Foi um dos grandes animadores dos campeonatos de voleibol nas suas primeiras três décadas, chegando ao título máximo em 1961-62.

 

ÉPOCA FASE ATINGIDA/ADVERSÁRIO RESULTADO
     
1964-65 Sporting Espinho-Académica Avintes 3-0 (15-7,15-6,15-10)
1965-66 Benfica-Lisboa e Ginásio 3-1 (15-4,15-11,12-15,15-10)
1966-67 Técnico-Benfica 3-2 (15-7,15-5,8-15,11-15,15-8)
1967-68 FC Porto-Sporting Espinho 3-1 (16-14,13-15,15-9,15-13)
1968-69 Leixões-Benfica 3-0 (17-15,15-5,15-12)
1969-70 FC Porto-Benfica 3-2 (15-10,13-15,9-15,15-8,15-13)
1970-71 FC Porto-Leixões 3-2 (15-12,9-15,9-15,15-13,17-15)
1971-72 FC Porto-Benfica 3-0 (15-6,15-13,15-11)
1972-73 Leixões-Sporting Espinho 3-1 (15-5,11-15,15-5,15-12)
1973-74 Benfica-Leixões 3-1 (15-6,15-11,6-15,16-14)
1974-75 Benfica-Sporting Espinho 3-0 (15-4,15-5,15-10)
1975-76 Benfica-FC Porto 3-1 (13-15,15-4,15-13,15-13)
1976-77 Leixões-Técnico 3-0 (15-4,15-3,15-8)
1977-78 Benfica-FC Porto 3-0 (15-12,15-10,15-10)
1978-79 Benfica-Atlético Madalena 3-0 (15-4,15-7,15-11)
1979-80 Benfica-Leixões 3-1 (9-15,15-11,15-8,20-18)
1980-81 Sporting Espinho-Leixões 3-2 (15-17,15-8,15-11,13-15,15-13)
1981-82 Esmoriz-CDUL 3-0 (15-12,15-4,15-12)
1982-83 Leixões-Esmoriz 3-0 (15-12,16-14,15-6)
1983-84 Sporting Espinho-Esmoriz 3-0 (15-10,15-7,15-13)
1984-85 Sporting Espinho-Académica São Mamede 3-1 (15-9,16-14,9-15,15-11)
1985-86 ISEF-Sporting Espinho 3-2 (15-8,11-15,8-15,15-10,15-8)
1986-87 FC Porto (6pts)-Leixões (5pts)  
1987-88 FC Porto (6pts)-Benfica (5pts)  
1988-89 Leixões-Sporting 3-1 (15-9,6-15,15-13,15-12)
     
     
+Campo neutro; *recinto adversário  

 

Taça de Inglaterra (1896-97-1914-15; 1919-20-1924-25): Sheffield United, Aston Villa, Tottenham

Neste período de tempo, destacaram-se o Sheffield United com quatro troféus e Aston Villa com três troféus . Realce-se que durante estas épocas, apareceram duas surpresas nos vencedores: Bradford City e Barnsley, com o facto de o Barnsley ter ganho a taça e à altura sem qualquer presença no principal escalão do futebol inglês. Facto que se manteve até ao dealbar do seculo XX.

Outro factor que se pode inferir é a variedade de vencedores que tiveram durante este período. Tiveram mais vencedores neste hiato temporal de que Portugal teve em 90 anos de história da nossa Taça de Portugal.  Finalmente, a época de 1922-23, final entre Bolton e West Ham, foi a primeira a se disputar em Wembley. A vitória do Bury, por 6-0, frente ao Derby County, foi a final mais desnivelada de todas na história da Taça de Inglaterra.

ANO FINAL RESULTADO
1896-97 Aston Villa-Everton 3-2
1897-98 NottinghamForest-DerbyCounty 3-1
1898-99 SheffieldUnited-DerbyCounty 4-1
1899-1900 Bury-Southampton 4-0
1900-01 Tottenham-Sheffield Wednesday 2-2/3-1
1901-02 Sheffield United-Southampton 1-1/2-1
1902-03 Bury-Derby County 6-0
1903-04 Manchester City-Bolton 1-0
1904-05 Aston Villa-Newcastle 2-0
1905-06 Everton-.Newcastle 1-0
1906-07 Sheffield Wednesday-Everton 2-1
1907-08 Wolverhampton-Newcastle 3-1
1908-09 Manchester United-Bristol City 1-0
1909-10 Newcastle-Barnsley 1-1/2-0
1910-11 Bradford City-Newcastle 0-0/1-0
1911-12 Barnsley-West Bromwich Albion 0-0/1-0
1912-13 Aston Villa-Sunderland 0-0/1-0
1913-14 Burnley-Liverpool 1-0
1914-15 SheffieldUnited-Chelsea 3-0
1919-20 AstonVilla-HuddersfieldTown 1-0
1920-21 Tottenham-Wolverhampton 1-0
1921-22 Huddersfield Town-Preston North End 1-0
1922-23 Bolton-West Ham 2-0
1923-24 Newcastle-Aston Villa 2-0
1924-25 Sheffield United-Cardiff City 1-0

Os primórdios da Taça Inglaterra (1871-72-1895-96): Blackburn Rovers, Wanderers, West Bromwich Albion, Aston Villa

Nestas primeiras 25 edições da Taça de Inglaterra aconteceu uma coisa, duas vezes, que nunca mais foi repetida em toda a sua história: o Wanderers e o Blackburn Rovers venceram três vezes seguidas a competição, facto, que nunca mais aconteceu. De resto, também, em 1888-89, o Preston North End foi a primeira equipa a conseguir uma dobradinha. Neste hiato temporal, o Blackburn Rovers foi a equipa que mais se destacou vencendo por cinco vezes, só conseguiria mais um troféu depois. O mesmo não se pode dizer da equipa Wanderers, também, venceram cinco troféus, não mais ganhariam qualquer taça. Depois, tivemos equipas como o Aston Villa e o West Bromwich Albion que venceram duas vezes tal como Old Etonians.

ANO FINAL RESULTADO
1871-72 Wanderers-Royal Engineers 1-0
1872-73 Wanderers-Oxford 2-0
1873-74 Oxford-Royal Engineers 2-0
1874-75 Royal Engineers-Old Etonians 1-1/2-0
1875-76 Wanderers-Old Etonians 1-1/3-0
1876-77 Wanderers-Oxford 2-1
1877-78 Wanderers-Royal Engineers 3-1
1878-79 Old Etonians-Clapham 1-0
1879-80 Clapham-Oxford 1-0
1880-81 Old Cartusians-Old Etonians 3-0
1881-82 Old Etonians-Blackburn Rovers 1-0
1882-83 Blackburn Olympic-Old Etonians 2-1
1883-84 Blackburn Rovers-Queen’s Park 2-1
1884-85 Blackburn Rovers-Queen’s Park 2-0
1885-86 BlackburnRovers-West Bromwich Albion 0-0/2-0
1886-87 Aston Villa-West Bromwich Albion 2-0
1887-88 West Bromwich Albion-Preston North End 2-1
1888-89 PrestonNorth End-Wolverhampton 3-0
1889-90 BlackburnRovers-Sheffield Wednesday 6-1
1890-91 BlackburnRovers-NottsCounty 3-1
1891-92 West Bromwich Albion-Aston Villa 3-0
1892-93 Wolverhampton-Everton 1-0
1893-94 Notts County-Bolton 4-1
1894-95 Aston Villa-West Bromwich Albion 1-0
1895-96 SheffieldWednesday-Wolverhampton 2-1

Fed Cup (1988-2010)

Depois de um período dominado pela Austrália e os EUA, este teria picos de domínio, isto é, várias selecções dominaram a competição durante um curto espaço de tempo: a Espanha com cinco vitórias entre 1991-98, a Rússia com quatro entre 2004 e 2008, a Itália com três entre 2006 e 2010, os EUA com cinco entre 1989 e 2000, sendo que a conquista de 2000 foi a última das tenistas norte-americanas, contudo continuam a ser o país com mais triunfos nesta prova.

ANO FINAL RESULTADO
1988 Checoslováquia-URSS 2-1
1989 EUA-Espanha 3-0
1990 EUA-URSS 2-1
1991 Espanha-EUA 2-1
1992 Alemanha-Espanha 2-1
1993 Espanha-Austrália 3-0
1994 Espanha-EUA 3-0
1995 Espanha-EUA 3-2
1996 EUA-Espanha 5-0
1997 França-Holanda 4-1
1998 Espanha-Suíça 3-2
1999 EUA-Rússia 4-1
2000 EUA-Espanha 5-0
2001 Bélgica-Rússia 2-1
2002 Eslováquia-Espanha 3-1
2003 França-EUA 4-1
2004 Rússia-França 3-2
2005 Rússia-França 3-2
2006 Itália-Bélgica 3-2
2007 Rússia-Itália 4-0
2008 Rússia-Espanha 4-0
2009 Itália-EUA 4-0
2010 Itália-EUA 3-1

Fed Cup (1963-1987), o domínio americano e as vitórias australianas

Ao contrário da Taça Davis, que se começou a disputar-se no início do século XX, a competição correspondente por países na vertente feminina teve o seu berço na década de 60, mais concretamente em 1963. Com uma diferença que se manteve durante várias décadas: em vez de ser à maior de cinco como na Taça Davis, era à maior de três, isto é, quem ganhasse dois encontros conquistava a taça, no sector masculino era quem triunfasse em três.

Isto é uma competição por selecções, onde as jogadoras vão defender o seu país. Neste primeiro hiato temporal, houve dois países dominantes os EUA e Austrália com uma curiosidade, é verdade que as australianas conquistaram sete troféus, no entanto, desde aí não mais a venceram e, actualmente, não se vislumbra que outra vitória possa surgir para o seu lado.

ANO FINAL RESULTADO
1963 EUA-Austrália 2-1
1964 Austrália-EUA 2-1
1965 Austrália-EUA 2-1
1966 EUA-RFA 3-0
1967 EUA-Grã-Bretanha 2-0
1968 Austrália-Holanda 3-0
1969 EUA-Austrália 2-1
1970 Austrália-RFA 3-0
1971 Austrália-Grã-Bretanha 3-0
1972 África do Sul-Grã-Bretanha 2-1
1973 Austrália-África do Sul 3-0
1974 Austrália-EUA 2-1
1975 Checoslováquia-Austrália 3-0
1976 EUA-Austrália 2-1
1977 EUA-Austrália 2-1
1978 EUA-Austrália 2-1
1979 EUA-Austrália 3-0
1980 EUA-Austrália 3-0
1981 EUA-Grã-Bretanha 3-0
1982 EUA-RFA 3-0
1983 Checoslováquia-RFA 2-1
1984 Checoslováquia-Austrália 2-1
1985 Checoslováquia-EUA 2-1
1986 EUA-Checoslováquia 3-0
1987 RFA-EUA 2-1

Equipas portuguesas em finais europeias de Andebol (EHF)

Durante décadas fomos sendo goleados pelas principais formações europeias de andebol nas competições europeias. No entanto, a década de 90  veio alterar isso: em 1993-94, contra as previsões mais optimistas dos amantes desta modalidade, o campeão português ABC chegou à final da Liga dos Campeões, perdendo-a por apenas dois golos de diferença. Um feito incrivel até agora inigualado nesta prova.

No entanto, numa das provas europeias da EHF, federação europeia de andebol, a Taça Challenge, nos últimos sete anos fomos a quatro finais, isto é: 2004-05, ABC; 2005-06, Sporting Horta; 2009-10, Sporting; 2010-11, Benfica. Com dois factores de realce, no caso do Sporting Horta, competia no segundo escalão português, mesmo assim chegou à final, perdendo-a, contudo, não sei se este factor é inédito ou não, todavia, raro deve ser. Em 2009-10, o Sporting venceu a prova, tornando-se na primeira equipa portuguesa a vencer uma prova europeia desta m0dalidade, feito único até ao momento. Contudo, quantas mais finais se disputarem mais hipóteses há de as vencer, assim quatro em sete anos, mantendo esta média, muitas se seguirão nos próximos anos.

ANO FASE ATINGIDA ADVERSÁRIO RESULTADO
Finais europeias (EHF) de Andebol
ABC:
 
1993-94 Liga dos Campeões 1ªeliminatória Initia HC Hasselt (Bel) 26-13/17-14*
  Oitavos-de-final Hapoel Rishon Le Zion (Isr) 28-22/30-31*
  Quartos-de-final (Grupo A) Sandefjord HK (Nor) 18-28*
  USAM Nîmes (Fra) 26-26
  Badel Zagreb (Cro) 24-19
  USAM Nîmes (Fra) 22-22*
  Sandefjord HK (Nor) 28-22
  Badel Zagreb (Cro) 21-18*
  FINAL Teka Santander (Esp) 22-22/21-23*
 
2004-05 Taça Challenge 3ªeliminatória Pallamano Trieste (Ita) 31-25/31-28*
    Oitavos-de-final Milli Piyango SC (Tur) 38-28*/36-31
    Quartos-de-final HC Minaur Baia Maré (Rom) 27-31*/32-22
    Meias-finais HC Superfund Hard (Aut) 33-17/27-23*
    FINAL Wacker Thun (Sui) 24-29*/29-26
   
Sporting Horta:
   
2005-06 Taça Challenge 2ªfase(Grupo C) KH Trepca Mitrovice (Kos) 10-0 (falta de comparência)
    HC Dobrudja-Dobrich (Bul) 34-21
    SKIF –Krasnodar (Rus) 26-26
    3ªeliminatória Águas Santas (Por) 26-26/28-28*
    Oitavos-de-final VS RK Konjuh Namjestaj Zivinice (Bos) 21-24*/27-17
    Quartos-de-final NIT-HAK Nittedal (Nor) 30-25/26-28*
    Meias-finais BSV Bern Muri (Sui) 32-25/28-28*
    FINAL Steua Bucareste (Rom) 26-21/27-34*
   
   
Sporting:
   
2009-10 Taça Challenge Oitavos-de-final A.O. Dimou Thermaikou  (Gre) 39-24/34-20*
  Quartos-de-final Stiinta Municipal Dedeman Bacau (Rom) 30-24/23-28*
  Meias-finais RD Slovan (Esl) 28-23/30-33*
  FINAL MMTS Kwidzyn (Pol) 27-25/27-26
   
Benfica:
 
2010-11 Taça Challenge 3ªeliminatória Steua Bucareste (Rom) 43-29/23-29*
  Oitavos-de-final HC “Motor-ZNTU –ZAS” (Ucr) 33-28*/30-23
  Quartos-de-final Radnicki Kragujevac (Ser) 28-29*/29-21
  Meias-finais Partizan Belgrado (Ser) 30-36*/33-25
  FINAL RK Cimos Koper (Esl) 27-27/27-31*
 
*jogos no estádio do adversário; +campo neutro

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑