VC Viana 11ºclassificado da I Divisão de Voleibol 2018-19

fpv 15

O VC Viana ficou em 11ºlugar em 2018-19, na I Divisão de Voleibol. Tem três presenças na I Divisão, entre 2016-17 e 2018-19. A melhor classificação foi obtida no primeiro ano, um nono lugar em 2016-17. Seguiu-se um 12ºlugar em 2017-18 e ficou em 11º em 2018-19. Nunca chegou à final da Taça de Portugal ou participou em competições europeias. Um lugar nos oito primeiros deve ser o objetivo da época.
Nos escalões secundários tem um palmarés com algumas conquistas interessantes. Venceu a II Divisão por duas vezes: 2008-09 e 2015-16. No primeiro caso, este campeonato era na verdade a terceira divisão. A partir de 2011-12, voltou ao que sempre foi, o segundo escalão do voleibol português. A A2 foi extinta. A estes, junta três títulos da III Divisão: 1995-96, 2006-07 e 2013-14. Não tem qualquer troféu nacional nas camadas jovens.

Anúncios

Castêlo Maia todas as presenças na I Divisão de Voleibol

Eis todas as classificações do Castêlo Maia na I Divisão de voleibol:

Castêlo Maia-26 presenças
Épocas: 1975-76, 1990-91 a 2014-15
CAMPEÃO: 2001,2002,2003,2004
2ºlugar: 1994,1996,1997,1998,1999,2000
3ºlugar: 1995,2007,2011,2014
4ºlugar: 2010,2013
5ºlugar: 1992,1993,2005,2006,2008,2009,2012,2015
7ºlugar: 1991
9ºlugar: 1976

fpv 6

Finais da Taça Portugal voleibol feminino: 1993-94 a 2012-13

fpv

 

 

 

ÉPOCA FASE ATINGIDA/ADVERSÁRIO RESULTADO
     
1993-94 Boavista-Castêlo Maia 3-1 (15-11,13-15,15-5,15-10)
1994-95 Boavista-Castêlo Maia 3-0 (15-9,15-13,15-5)
1995-96 Castêlo Maia-Sports Madeira 3-1 (15-12,10-15,16-14,15-9)
1996-97 Castêlo Maia-Boavista 3-0 (15-2,15-4,15-5)
1997-98 Castêlo Maia-Sports Madeira 3-0 (15-0,15-4,15-10)
1998-99 Castêlo Maia-Boavista 3-0 (15-10,15-0,15-7)
1999-2000 Castêlo Maia-Sports Madeira 3-2 (25-23,22-25,23-25,25-21,15-11)
2000-01 Boavista-Sports Madeira 3-0 (25-20,25-18,25-21)
2001-02 Castêlo Maia-Câmara Lobos 3-0 (25-19,25-15,25-15)
2002-03 Castêlo Maia-Sports Madeira 3-2 (25-17,22-25,23-25,25-17,15-13)
2003-04 Castêlo Maia-Sports Madeira 3-2 (22-25,19-25,26-24,25-17,15-8)
2004-05 CA Trofa-Famalicense AC 3-0 (25-22,25-20,25-19)
2005-06 CA Trofa-Ribeirense 3-0 (25-20,25-18,25-21)
2006-07 CA Trofa-Gueifães 3-0 (25-13,25-23,25-14)
2007-08 Sports Madeira-Gueifães 3-0 (25-22,25-17,25-16)
2008-09 Ribeirense-Gueifães 3-1 (25-14,18-25,25-17,25-16)
2009-10 CA Trofa-Sporting Braga 3-0 (25-15,25-16,25-9)
2010-11 Ribeirense-CA Trofa 3-0 (25-17,25-20,26-24)
2011-12 Ribeirense-Castêlo Maia 3-0 (25-17,25-13,25-13)
2012-13 Ribeirense-Gueifães 3-1 (24-26,25-23,25-22,25-20)

Nas últimas vinte edições da Taça Portugal de voleibol feminino, destaca-se o Castêlo Maia que disputou 11 finais, ganhando oito. Dessas oito, fez um penta, triufando entre 1995-96 e 1999-2000 e um tri entre 2001-02 e 2003-04, igualando o Leixões no número total de taças conquistadas, oito. O Boavista vem logo atrás com sete, três neste hiato: 1993-94, 1994-95 e 2000-01.

Depois do domínio da equipa maiata, duas equipas sobressaíram com quatro troféus: o CA Trofa, com um tri entre 2004-05 e 2006-07 e o Ribeirense que venceu as derradeiras três. Por fim, o Sports Madeira com uma taça em 2007-08. Uma conquista a muito custo pois perdeu as primeiras seis finais que disputou, festejando na sétima; não disputou mais finais após essa festa. Um clube que caminha na mesma direção é o Gueifães, também equipa maiata, que fez a sua estreia nesta fase em 2006-07, perdendo-a, tal como as duas próximas, 2007-08 e 2008-09, somando uma quarta desilusão em 2012-13. O Sports Madeira só venceu à sétima, veremos quantas precisará o Gueifães.

Finais da Taça de Portugal de Voleibol: 1989-90 a 2012-13

Uma era marcada pelo domínio de dois clubes, Benfica e Sporting Espinho, cada um com sete troféus conquistados. Os espinhenses fizeram algo, até agora, inédito na história desta competição ao ganhar por seis vezes seguidas (1995-96 a 2000-01). Feito que ninguém se quer se aproximou, pois, o máximo atingido foram três festejos consecutivos, conseguido três vezes pelo Benfica e uma pelo FC Porto e o Castêlo Maia.

Os portistas praticamente não contam para este período, porque extinguiram o voleibol em 1991, mas os maiatos, depois de alguma surpresa na vitória de 1993-94, obtida ao fim de cinco sets, frente ao Sporting, conseguiram não só o tri na Taça, entre 2001-02 e 2003-04, como respetivamente três dobradinhas. Em 2009-10, ganharam pela quinta vez, batendo o Benfica na final, sendo,  com o Leixões o quarto clube com mais taças conquistadas, todas conquistadas em 17 anos. Os matosinhenses, longe do poderio de outros anos, foram o clube que mais saiu a perder neste hiato temporal: quatro finais, quatro derrotas, sem ganhar um único set nas quatro!

Finalmente, o Sporting, antes de extinguir, também a modalidade em 1995, ainda teve tempo de triunfar em três finais e perder outras duas, entre, 1990-91 e 1994-95. Estas foram as únicas vitórias dos leões nesta prova. Foram, até hoje, inéditas e únicas, as vitórias do Vitória Guimarães (2008-09) e Fonte Bastardo (2012-13). O futuro dirá se mais se seguirão!

fpv 2

ÉPOCA FASE ATINGIDA/ADVERSÁRIO RESULTADO
     
1989-90 Benfica-Leixões 3-0 (15-4,15-7,15-11)
1990-91 Sporting-Académica Espinho 3-0 (15-6,15-13,15-5)
1991-92 Benfica-Sporting 3-2 (16-14,9-15,16-14,6-15,17-16)
1992-93 Sporting-Nacional 3-0 (15-3,15-4,15-6)
1993-94 Castêlo Maia-Sporting 3-2 (15-12,15-8,5-15,12-15,15-12)
1994-95 Sporting-Sporting Espinho 3-0 (15-6,15-4,15-13)
1995-96 Sporting Espinho-Leixões 3-0 (15-5,15-5,15-4)
1996-97 Sporting Espinho-Castêlo Maia 3-0 (15-8,15-13,15-5)
1997-98 Sporting Espinho-Castêlo Maia 3-0 (15-11,15-8,15-10)
1998-99 Sporting Espinho-Castêlo Maia 3-0 (15-10,15-13,15-6)
1999-2000 Sporting Espinho-Leixões 3-0 (25-18,25-18,25-20)
2000-01 Sporting Espinho-Nacional 3-0 (25-23,25-22,25-23)
2001-02 Castêlo Maia-Leixões 3-0 (25-21,25-20,25-18)
2002-03 Castêlo Maia-Vitória Guimarães 3-0 (25-21,25-23,25-16)
2003-04 Castêlo Maia-Vitória Guimarães 3-0 (27-25,25-14,25-21)
2004-05 Benfica-Esmoriz 3-2 (22-25,23-25,25-14,25-16,16-14)
2005-06 Benfica-Sporting Espinho 3-0 (25-19,25-19,25-22)
2006-07 Benfica-Castêlo Maia 3-0 (25-23,27-25,25-23)
2007-08 Sporting Espinho-Vitória Guimarães 3-0 (25-22,25-22

,25-22)

2008-09 Vitória Guimarães-Sporting Espinho 3-2 (25-22,16-25,25-22,18-25,15-7)
2009-10 Castêlo Maia-Benfica 3-1 (26-24,21-25,25-19,25-23)
2010-11 Benfica-Sporting Espinho 3-0 (25-22,25-18,25-19)
2011-12 Benfica-Académica Espinho 3-1 (21-25,25-12,25-16,25-15)
2012-13 Fonte Bastardo-Vitória Guimarães 3-0 (25-20,25-15,25-21)
     
+Campo neutro; *recinto adversário  

 

 

 

 

 

Voleibol Feminino

Mais um exemplo de uma variante feminina completamente ignorada, desprezada e esquecida pelos media nacionais. Este esquecimento é tanto ou mais censurável porque esta é a modalidade que mais praticantes femininos tem, inclusivamente, mais praticantes femininos que masculinos, todavia, a maior parte das mulheres não lêem jornais desportivos, talvez por isso, esse desprezo pelo voleibol feminino. No entanto, os outros jornais nacionais generalistas já têm uma audiência feminina mais abrangente, porque quase não falam do voleibol feminino?

Entretanto falemos do campeonato. Começou a disputar-se em 1959-60 e nas suas primeiras cinco épocas teve o domínio do Sporting Espinho que aí conquistou os seus quatro títulos, dois bis, intermediados com um triunfo do CDUP, a sua única coroa de glória. Segue-se, um bis do Leixões, no entanto, iria entrar-se em duas décadas curiosas: entre 1966-67 e 1974-75, o Benfica vence nove títulos seguidos e imediatamente a seguir, entre 1975-76 e 1985-86, o Leixões vence onze campeonatos conseccutivos, juntando seis taças consecutivas, também um recorde, aliás, o Benfica venceu as duas primeiras Taças de Portugal.

Segue-se um período de relativo domínio do Boavista, depois, desta mesma equipa do Leixões no período em venceu onze títulos consecutivos ter atingindo por duas vezes os quartos-de-final da Taça dos Campeões, feito até hoje por igualar na prova máxima e dificilmente atingível nos anos vindouros. O Boavista aí venceu cinco campeonatos e seis taças de Portugal entre 1987-88 e 1994-95, não mais foi campeão nacional, vencendo mais uma taça em 2000-01. Nestas épocas de domínio boavisteiro, destaca-se as duas últimas vitórias do Leixões no campeonato e, também , na Taça de Portugal, mais, a vitória na taça de 1989-90 e no campeonato de 1990-91 pelo Estrelas Avenida.

Após este período, o Castêlo Maia vence nada mais que oito títulos consecutivos a juntar ao de 1993-94, mais oito vitórias na Taça de Portugal, conseguindo sete dobradinhas entre 1995-96 e 2003-04. Após temporadas de intenso domínio da equipa maiata, aparecem mais dois nomes importantes no voleibol actual, já que, são actualmente duas equipas candidatos ao título, dividindo os títulos entre si. Falo do CA Trofa, equipa fundada em 2005, entrou directamente na A1 feminina em virtude das regras; e, do Sports Madeira. A equipa da Trofa venceu respectivamente três campeonatos e três Taças de Portugal; a equipa da Madeira triunfou em dois campeonatos e uma Taça de Portugal.

Actualmente, o campeonato da A1 feminina tem dez equipas. Ao fim da disputa da primeira fase, apuram-se as seis primeiras para lutar pelo título e as quatro últimas vão lutar para não serem relegadas. Na segunda fase, as duas primeiras do grupo das seis vão lutar pelo título num play-off à melhor de cinco. No grupo das quatro, a última é despromovida à A2.

ÉPOCA

CAMPEONATO

TAÇA DE PORTUGAL

 

1959-60

Sporting Espinho

 

 

1960-61

Sporting Espinho

 

 

1961-62

CDUP

 

 

1962-63

Sporting Espinho

 

 

1963-64

Sporting Espinho

 

 

1964-65

Leixões

 

 

1965-66

Leixões

 

 

1966-67

Benfica

 

 

1967-68

Benfica

 

 

1968-69

Benfica

 

 

1969-70

Benfica

 

 

1970-71

Benfica

 

 

1971-72

Benfica

 

 

1972-73

Benfica

Benfica

 

1973-74

Benfica

Benfica

 

1974-75

Benfica

Leixões

 

1975-76

Leixões

Leixões

 

1976-77

Leixões

Leixões

 

1977-78

Leixões

Leixões

 

1978-79

Leixões

Leixões

 

1979-80

Leixões

Leixões

 

1980-81

Leixões

CDUP

 

1981-82

Leixões

ACP

 

1982-83

Leixões

ACP

 

1983-84

Leixões

ACP

 

1984-85

Leixões

Sporting

 

1985-86

Leixões

Sporting

 

1986-87

Boavista

Boavista

 

1987-88

Boavista

Boavista

 

1988-89

Leixões

Leixões

 

1989-90

Boavista

Estrelas Avenida

 

1990-91

Estrelas Avenida

Leixões

 

1991-92

Leixões

Boavista

 

1992-93

Boavista

Boavista

 

1993-94

Castêlo Maia

Boavista

 

1994-95

Boavista

Boavista

 

1995-96

Castêlo Maia

Castêlo Maia

 

1996-97

Castêlo Maia

Castêlo Maia

 

1997-98

Castêlo Maia

Castêlo Maia

 

1998-99

Castêlo Maia

Castêlo Maia

 

1999-00

Castêlo Maia

Castêlo Maia

 

2000-01

Castêlo Maia

Boavista

 

2001-02

Castêlo Maia

Castêlo Maia

 

2002-03

Castêlo Maia

Castêlo Maia

 

2003-04

Sports Madeira

Castêlo Maia

 

2004-05

CA Trofa

CA Trofa

 

2005-06

Sports Madeira

CA Trofa

 

2006-07

CA Trofa

CA Trofa

 

2007-08

CA Trofa

Sports Madeira

 

 

Campeões nacionais:

TAÇAS

Leixões:

1965,1966,1976,1977,1978,1979,1980,1981,1982,1983

1984,1985,1986,1989,1992

15

Benfica:

1967,1968,1969,1970,1971,1972,1973,1974,1975

 9

Castêlo Maia:

1994,1996,1997,1998,1999,2000,2001,2002,2003

 9

Boavista:

1987,1988,1990,1993,1995

 5

Sporting Espinho:

1960,1961,1963,1964

 4

CA Trofa:

2005,2007,2008

 3

Sports Madeira:

2004,2006

 2

CDUP:

1962

 1

Estrelas Avenida:

1991

 1

 

Vencedores da Taça de Portugal:

TAÇAS

Castêlo Maia:

1996,1997,1998,1999,2000,2002,2003,2004

 8

Leixões:

1975,1976,1977,1978,1979,1980,1989,1991

 8

Boavista:

1987,1988,1992,1993,1994,1995,2001

 7

ACP:

1982,1983,1984

 3

CA Trofa:

2005,2006,2007

 3

Benfica:

1973,1974

 2

Sporting:

1985,1986

 2

CDUP:

1981

 1

Estrelas Avenida:

1990

 1

Sports Madeira:

2008

 1

Voleibol

Uma modalidade onde Portugal se destacou nos seus primórdios, alcançando um quarto lugar no Europeu de 1947, precisamente o ano de disputa do primeiro campeonato nacional, vencido pelo Técnico. Clube esse que dominou as primeiras duas décadas em meia, obtendo entre 1946-47 e 1967-68, isto é, em 22 épocas, treze títulos, com um heptacampeonato (1946-47 a 1952-53) e um tricampeonato (1965-66 a 1967-68). Após este período, nada mais foi ganho por esta agremiação.

Nesta primeira hegemonia no voleibol português, destaca-se ainda  os cinco títulos do Sporting de Espinho. Depois segue-se um domínio de duas equipas nortenhas: FC Porto e Leixões. Estas duas colectividades dividem entre si, cinco para cada lado, os títulos da década de 70. Na Taça de Portugal, o Benfica é rei, vencendo seis troféus. Precisamente em 1980-81, o clube lisboeta obtém o seu primeiro título, depois de ter conquistado sete Taças de Portugal, competição na qual ainda é o clube com mais vitórias, ao contrário do campeonato onde apenas conseguiu três títulos. Na década de 80 não existe nenhum dominador, os títulos são obtidos por diversos clubes: Leixões, Esmoriz, Sporting Espinho e FC Porto, dois; Benfica e Académica Espinho, um. Na Taça de Portugal, o principal dominador foi o Sporting de Espinho com três vitórias.

A década de 90 começa praticamente com o tri-campeonato do Sporting, após 26 anos de jejum. Seguindo-se depois, uma hegemonia completa do Sporting de Espinho com um hexacampeonato e uma hexa conquista na Taça de Portugal, equipa essa, que levaria Portugal à glória europeia no início do novo milénio.

A primeira década do século XXI tem como sua aurora o tetra no campeonato e o tri na Taça de Portugal do Castêlo da Maia, sucedendo-lhe, na taça, um novo tri por parte do Benfica e no campeonato três clubes diferentes campeões: os encarnados, novamente o Sporting Espinho com um bis e o estreante Vitória de Guimarães.

 

ÉPOCA

CAMPEONATO

TAÇA DE PORTUGAL

 

1946-47

Técnico

 

 

1947-48

Técnico

 

 

1948-49

Técnico

 

 

1949-50

Técnico

 

 

1950-51

Técnico

 

 

1951-52

Técnico

 

 

1952-53

Técnico

 

 

1953-54

Sporting

 

 

1954-55

Técnico

 

 

1955-56

Sporting

 

 

1956-57

Sporting Espinho

 

 

1957-58

Técnico

 

 

1958-59

Sporting Espinho

 

 

1959-60

Técnico

 

 

1960-61

Sporting Espinho

 

 

1961-62

Lisboa e Ginásio

 

 

1962-63

Sporting Espinho

 

 

1963-64

Leixões

 

 

1964-65

Sporting Espinho

Sporting Espinho

 

1965-66

Técnico

Benfica

 

1966-67

Técnico

Técnico

 

1967-68

Técnico

FC Porto

 

1968-69

FC Porto

Leixões

 

1969-70

FC Porto

FC Porto

 

1970-71

FC Porto

FC Porto

 

1971-72

Leixões

FC Porto

 

1972-73

FC Porto

Leixões

 

1973-74

Leixões

Benfica

 

1974-75

FC Porto

Benfica

 

1975-76

Leixões

Benfica

 

1976-77

FC Porto

Leixões

 

1977-78

FC Porto

Benfica

 

1978-79

Leixões

Benfica

 

1979-80

Leixões

Benfica

 

1980-81

Benfica

Sporting Espinho

 

1981-82

Leixões

Esmoriz

 

1982-83

Esmoriz

Leixões

 

1983-84

Esmoriz

Sporting Espinho

 

1984-85

Sporting Espinho

Sporting Espinho

 

1985-86

FC Porto

ISEF

 

1986-87

Sporting Espinho

FC Porto

 

1987-88

FC Porto

FC Porto

 

1988-89

Leixões

Leixões

 

1989-90

Académica Espinho

Benfica

 

1990-91

Benfica

Sporting

 

1991-92

Sporting

Benfica

 

1992-93

Sporting

Sporting

 

1993-94

Sporting

Castêlo Maia

 

1994-95

Sporting Espinho

Sporting

 

1995-96

Sporting Espinho

Sporting Espinho

 

1996-97

Sporting Espinho

Sporting Espinho

 

1997-98

Sporting Espinho

Sporting Espinho

 

1998-99

Sporting Espinho

Sporting Espinho

 

1999-00

Sporting Espinho

Sporting Espinho

 

2000-01

Castêlo Maia

Sporting Espinho

 

2001-02

Castêlo Maia

Castêlo Maia

 

2002-03

Castêlo Maia

Castêlo Maia

 

2003-04

Castêlo Maia

Castêlo Maia

 

2004-05

Benfica

Benfica

 

2005-06

Sporting Espinho

Benfica

 

2006-07

Sporting Espinho

Benfica

 

2007-08

Vitória Guimarães

Sporting Espinho

 

 

Campeões nacionais:

TAÇAS

Sporting Espinho:

1957,1959,1961,1963,1965,1985,1987,1995,1996,1997

1998,1999,2000,2006,2007

15

Técnico:

1947,1948,1949,1950,1951,1952,1953,1955,1958,1960

1966,1967,1968

13

FC Porto:

1969,1970,1971,1973,1975,1977,1978,1986,1988

 9

Leixões:

1964,1972,1974,1976,1979,1980,1982,1989

 8

Sporting:

1954,1956,1992,1993,1994

 5

Castêlo Maia:

2001,2002,2003,2004

 4

Benfica:

1981,1991,2005

 3

Esmoriz:

1983,1984

 2

Académica Espinho:

1990

 1

Lisboa e Ginásio:

1962

 1 

Vitória Guimarães:

2008

 1

 

Vencedores da Taça de Portugal:

TAÇAS

Benfica:

1966,1974,1975,1976,1978,1979,1980,1990,1992,2005

2006,2007

12

Sporting Espinho:

1965,1981,1984,1985,1996,1997,1998,1999,2000,2001

2008

11

FC Porto:

1968,1970,1971,1972,1987,1988

 6

Leixões:

1969,1973,1977,1983,1989

 5

Castêlo Maia:

1994,2002,2003,2004

 4

Sporting:

1991,1993,1995

 3

Esmoriz:

1982

 1

ISEF:

1986

 1

Técnico:

1967

 1

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑