XIV Europeu de Futebol, 2012, Polónia/Ucrânia: novo triunfo dos espanhóis

uefa 97

ÉPOCA   FASE ATINGIDA ADVERSÁRIO RESULTADO
         
Polónia/Ucrânia 2012:      
Espanha      
    1ªfase, Grupo C Itália 1-1
      República Irlanda 4-0
      Croácia 1-0
    Quartos-de-final França 2-0
    Meias-finais Portugal 0-0/4-2 g.p.
    FINAL Itália 4-0
         
 Onze principal: Casillas; Arbeloa, Piqué, Sergio Ramos e Jordi Alba; Xavi, Busquets e Xabi Alonso; David Silva (Pedro Rodríguez), Fábregas (Fernando Torres) e Iniesta (Mata)
         
Marcha do marcador: 1-0, por David Silva (14m); 2-0, por Jordi Alba (41m); 3-0, por Fernando Torres (84m); 4-0, por Mata (88m)
         
* jogos no recinto adversário; +campo neutro;

Mais um Europeu com dois países organizadores: Polónia e Ucrânia. Isto foi em 2012. Pela primeira vez desde 1976, então, na ex: Jugoslávia, se realizou no leste europeu. Este foi uma prova sem grandes surpresas, mas, fez-se história de duas maneiras: a Espanha tornou-se no primeiro país a ganhar duas edições consecutivas; e, na final, golearam a Itália por 4-0, resultado mais desnivelado numa final deste campeonato.

A Espanha classificou-se em primeiro no seu grupo, cedendo um empate frente à Itália. Depois, um passeio no segundo encontro contra a Irlanda e, por fim, um nervoso 1-0, pois a Croácia se vencesse também se qualificaria. Nos quartos, vitória tranquila diante da França. Portugal nas meias-finais levou os espanhóis ao limite, só cedeu nas grandes penalidades. Na final, a melhor exibição de uma seleção numa final de um Campeonato da Europa, o tiki taka esmagou os italianos por 4-0. Melhor, quase impossível! Essa final teve a participação de Pedro Proença como árbitro, algo inédito na arbitragem portuguesa.

Não houve grandes surpresas, as meias-finais não apresentaram qualquer participação inesperada. De realçar a presença da Grécia e da República Checa nos quartos-de-final. Desta vez, ao contrário de edições recentes, não conseguiram causar sensação, sendo eliminados pela Alemanha e Portugal. A Holanda eliminada na fase de grupos talvez tenha sido o que maior escândalo causou. Isto não se verificava desde o Europeu de 1980, na Itália, primeiro com fase de grupos.

Portugal começou mal o Europeu, com uma derrota injusta frente à Alemanha. Depois duas vitórias, contra a Dinamarca e a Holanda, tendo mesmo desperdiçado uma vantagem de dois golos frente aos nórdicos. Mesmo assim, conseguiu vencer, com um golo de Varela. Nos quartos, desta vez, não houve chapéus, e conseguiu-se a vitória com um golo de Cristiano Ronaldo perto do fim. As meias, ficaram decididas na lotaria das grandes penalidades, onde, a Espanha foi mais feliz. Não deixou de ser uma boa participação: ficaram nas quatro melhores seleções da Europa.

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Arquivos

  • Junho 2016
    M T W T F S S
    « Maio   Jul »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    27282930