VIII Europeu de futebol, 1988, RFA: título para a Holanda

ÉPOCA   FASE ATINGIDA ADVERSÁRIO RESULTADO
         
RFA 1988:      
Holanda      
    1ªfase, Grupo B URSS 0-1
      Inglaterra 3-1
      República Irlanda 1-0
    Meias-finais RFA 2-1
    FINAL URSS 2-0
         
 Onze principal: Van Breukelen; Van Aerle, Rijkaard, R.Koeman e Van Tiggelen; Vanenburg, Wouters, E.Koeman e E.Mühren; Gullit e Van Basten
         
Marcha do marcador: 1-0, por Gullit (33m); 2-0, por Van Basten (54m)
         
* jogos no recinto adversário; +campo neutro;

 

O Europeu 1988 realizou-se na RFA. Finalmente a Holanda venceu alguma coisa, isto é, foi campeão europeia. Realce também para a URSS que chegou à final, aí, foi derrotada. Foi a última demonstração de força deste país que pouco tempo depois desta prova se fragmentou.

A Holanda que não se tinha qualificado para o Mundial de 1986 e o Europeu de 1984, não entrou bem neste torneio, sendo vencida pela União Soviética no primeiro jogo (teria a sua vingança na final). Depois um hat-trick de Van Basten chegou para afastar os ingleses, que aqui perderam qualquer hipótese de se qualificar, já que, tinham perdido surpreendentemente,frente à República Irlanda no primeiro jogo.

O último encontro frente aos irlandeses era decisivo para ambos porque estes só precisavam do empate para se apurarem. Um golo com alguma sorte deu a vitória à laranja mecânica e assim seguiu em frente.

Nas meias-finais, mais uma vingança frente à RFA. No Mundial de 1974, neste país, Holanda perdeu na final frente a estes. Assim, 14 anos depois deram a sua retribuição, eliminando-a nas meias-finais, com um golo de Van Basten, perto do fim do jogo.

Na final, também, contra outra sensação do torneio, os russos, um grande e inesquecível golo de Van Basten, melhor marcador desta prova, com cinco golos, deu uma vantagem de dois golos e como os soviéticos ainda falharam uma grande penalidade, o título ficou entregue.

Portugal devido a um diferendo entre os jogadores e a direção da Federação, após o Mundial de 1986, no México, nos primeiros jogos teve que apresentar as segundas escolhas. Obviamente, num grupo complicado com Suécia, Itália e Suíça, isto paga-se. Ao fim de quatro jogos já estava fora da corrida, com um empate escandaloso em casa, frente à Malta. O próprio selecionador Rui Seabra, nem curso de treinador tinha. Acabamos em terceiro lugar no grupo, bem longe do primeiro a Itália, que assim se apurou.

uefa 91

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: