VI Europeu de futebol, 1980, Itália: segundo troféu para a RFA

uefa 89

 

O Europeu de 1980 realizou-se na Itália. Foi o primeiro país a receber duas vezes a prova. O título esse foi alcançado pelos germânicos do oeste, com um golo, na sequência de um canto, a poucos minutos do fim. Uma vitória frente aos surpreendentes belgas.

Neste prova o formato de competição foi alterado: todos os vencedores dos grupos de qualificação apuravam-se para a fase final, eliminou-se o play-off, onde se chegava aos últimos 4. O organizador foi escolhido antes da fase preliminar, assim a este juntavam-se os sete vencedores dos grupos. Na fase final, dois grupos de 4, os vencedores defrontavam-se na final, os segundos classificados lutavam pelo último lugar do pódio. Curiosamente, foi a última vez que tal se verificou na história desta competição.

A RFA passeou classe, ao fim de dois jogos já estava apurada para a final. O empate no último jogo da fase de grupos frente à Grécia, já não contava para a nada, até porque os gregos ficaram em último nesse emparelhamento. No outro grupo, chegou-se ao último encontro entre a Bélgica e a Itália, porque os belgas tinham mais um golo marcado que os italianos, apesar de diferença de golos igual, bastava-lhes o empate para ir à final e tal aconteceu e com alguma surpresa, estes qualificaram-se para a final.

Na final, dois golos de Hrubesch deram o título à RFA, o último, num canto, muito perto do fim do jogo. Era o segundo título para estes e a terceira final consecutiva, recorde ainda por igualar. Mais uma vez, a  eficácia germânica fez toda a diferença. Os checos ainda conseguiram o bronze, frente à Itália, 9-8, nas grandes penalidades, num jogo fastidioso e assim se decidiu acabar com este jogo. Não mais se pelejou por isto.

Portugal pela segunda vez consecutiva não teve sorte no grupo de apuramento, confrontando-se coma forte Bélgica e uma boa Áustria. Começaram bem a qualificação, com uma vitória surpresa na Áustria, mas, depois, tudo se complicou e não se conseguiu melhor do que acabar em terceiro no grupo. A Bélgica só seria parada na final pela RFA.

ÉPOCA   FASE ATINGIDA ADVERSÁRIO RESULTADO
         
Itália 1980:      
RFA      
    1ªfase, Grupo A Checoslováquia 1-0
      Holanda 3-2
      Grécia 0-0
    FINAL Bélgica 2-1
         
 Onze principal: Schumacher; Kaltz, KH Förster, Stielike e Dietz; Briegel (Cullmann), Schuster e H.Müller; KH Rummenigge, Hrubesch e K.Allofs
         
Marcha do marcador: 1-0, por Hrubesch (10m); 1-1, por Vandereycken (72m, gp); 2-1, Hrubesch (88m)
         
* jogos no recinto adversário; +campo neutro;

 

 

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Arquivos

  • Abril 2016
    M T W T F S S
    « Mar   Maio »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    252627282930