Terceira Liga Europa para o Sevilha, 2013-14

uefa 71

Sete anos após o bis nesta prova, o Sevilha voltou à final (2013-14). Um percurso muito difícil, sobretudo, a partir da segunda eliminatória, onde se apurou para a final, na meia-final, contra o Valência, na compensação da segunda parte.

Após vencer os oitavos-de-final, num derby citadino, com o Bétis, nas grandes penalidades, depois de perder 2-0 em casa, na primeira mão, se verificou que esta equipa tinha estofo. Seria este capaz de igualar o que tinha ocorrido em 2005-06 e 2006-07?

Na final, frente ao Benfica, nova vitória. Apertada, complicada, difícil, sofrida e muito festejada! Além do terceiro troféu neste evento, igualando Liverpool, Juventus, Valência, Barcelona e Inter de Milão, que, também tinham três triunfos, tornou-se na primeira equipa a conquistar duas finais nas sempre ingratas grandes penalidades. A primeira tinha sido, em 2006-07, contra o Espanhol.

Sevilha:
Liga Europa, 2013-14
  3ªpré-eliminatória FK Mladost Podgorica (Mon) 3-0/6-1*
  Play-off Slask Wroclaw (Pol) 4-1/5-0*
1ªfase (Grupo H) Estoril (Por) 2-1*
Friburgo (Ale) 2-0
Slovan Liberec (Cze) 1-1*
Slovan Liberec (Cze) 1-1
Estoril (Por) 1-1
Friburgo (Ale) 2-0*
2ªeliminatória Maribor (Esl) 2-2*/2-1
Oitavos-de-final Bétis (Esp) 0-2/2-0/4-3 g.p.*
Quartos-de-final FC Porto (Por) 0-1*/4-1
Meias-finais Valência (Esp) 2-0/1-3*
FINAL Benfica (Por) 0-0/4-2 g.p.
 Onze principal: Beto; Coke, Pareja, Fazio e Moreno; Mbia e Carriço; Rakitic; Reyes (Marko Marín [Kevin Gameiro]), Bacca e Vitolo (Diogo Figueiras)
Marcha do marcador: 0-0
Penalties0-1, por Lima; 1-1, por Bacca; 1-1, por Cardozo (Beto defende); 1-2, por Mbia; 1-2 ,por Rodrigo (Beto defende); 1-3, por Coke; 2-3, por Luisão; 2-4, por Kevin Gameiro
* jogos no recinto adversário; +campo neutro

 

 

 

 

 

 

4 comentários

  1. Uma aldrabice da arbitragem, a maior da história desta competição! Quem venceu esse troféu em campo foi o Benfica…. já na secretárias o vencedor foi inventado! Faltas por assinalar (inclui penaltis) a favor do Benfica, foras de jogo mal assinalados ao Benfica e na decisão de penaltis foi roubo à descarada! Uma final construída/comparada antes do jogo!

  2. O Benfica até pode ter uma outra razão de queixa nessa final. Antes de mais, o Benfica tem que ultrapassar a psicose das finais perdidas, depois da maldição do treinador húngaro. É muito mau perder oito finais seguidas desde 1961-62.

  3. Não sou benfiquista, sou Vimaranense mas vi essa final e até a mim me fez confusão esse roubo. O estranho é, como é possível tudo aquilo a que se assistiu ter passado despercebido aos olhos dos responsáveis do futebol europeu, a UEFA? Muito estranho.

  4. O Benfica tem que ultrapassar a psicose de finais perdidas. Já vai em oito.


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Arquivos

  • Dezembro 2015
    M T W T F S S
    « Nov   Jan »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031