Um grande abaixo do 4ºlugar: FC Porto, 1945-46, 6ºlugar

 

1945-46 J V E D GOLOS P
1-Belenenses 22 18  2  2 74-24 38
2-Benfica 22 17  3  2 82-29 37
3-Sporting 22 15  2  5 73-36 32
4-Olhanense 22 13  1  8 65-39 27
5-Atlético 22  8  5  9 38-55 21
6-FC Porto 22  9  2 11 65-44 20
7-Vitória Setúbal 22  8  2 12 47-59 18
8-Vitória Guimarães 22  8  2 12 39-52 18
9-SL Elvas 22  8  1 13 43-78 17
10-Académica 22  7  2 13 51-76 16
11-Boavista 22  6  0 16 39-73 12
12-Oliveirense 22  3  2 17 22-73  8
             

 

1945-46: FC Porto, 6ºlugar CASA FORA
Belenenses 0-1 2-3
Benfica 2-3 0-4
Sporting 0-2 0-1
Olhanense 3-4 1-3
Atlético 11-0 1-2
Vitória Setúbal 2-2 4-1
Vitória Guimarães 3-2 2-1
SL Elvas 9-2 3-3
Académica 8-1 1-2
Boavista 3-1 2-3
Oliveirense 4-1 4-2
CASA FORA
V E D GOLOS V E D GOLOS
6 1 4 45-19 3 1 7 20-25
TOTAL
J V E D GOLOS P
22 9 2 11 65-44 20

 

Numa época que ficou marcada como inédita e não repetível ou impossível de acontecer novamente, devido ao título do Belenenses ,um dos dois que fugiu aos 3 grandes, só em 2000-01, no início do século XXI, o Boavista acabou com essa maldição. Entretanto, seria um campeonato com poucos motivos de festa para os portistas, pois, ficaram em sexto lugar, situação que não mais se repetiu. Isto, apesar, de terem uma diferença de golos de mais 21 marcados que sofridos e de terem humilhado o quinto classificado, Atlético, por 11-0, contudo, os homens de Lisboa, teriam na taça a sua vingança, eliminando os portistas nas meias-finais, disputando a primeira final realizada no Jamor.

Voltando à temporada dos portuenses, oito jogos, oito derrotas, com os primeiros quatro classificados. Só aí fica latente o quão mau isto foi. Apesar de algumas goleadas, a acrescentar à infligida aos homens do Atlético, 9-2 ao SL Elvas, 8-1 à Académica, aqueles oito jogos perdidos já de si não permitiriam um lugar muito destacado, mas acabar em sexto, foi mau de mais. Até, porque, o quinto classificado, o Atlético, teve mais derrotas que vitórias. Muito fraco! Resultado não mais igualado e só piorado em 1969-70.

Para concluir algumas notas: a primeira, o Olhanense conseguiu a sua melhor temporada de sempre na agora I Liga, um quarto lugar. A segunda, é que pela primeira vez na história do futebol português foram criadas subidas e descidas de divisão entre a então I Divisão e II Divisão. Como o campeonato foi alargado para 14 clubes em 1946-47, ao contrário dos doze que tinha: desceram o último classificado, Oliveirense (não mais regressou a estes palcos e esta é a sua única presença), subindo os três primeiros da II Divisão, o campeão Estoril mais o Famalicão e a Sanjoanense. Desde então, houve sempre descidas e subidas de divisão com formatos para todos os gostos, a única diferença foi em 1986-87.

 

fpf 15

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Arquivos

  • Abril 2014
    M T W T F S S
    « Mar   Maio »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    282930