Real Madrid nas competições europeias (UEFA): 1955-56 a 1983-84

uefa 45

ÉPOCA FASE ATINGIDA RESULTADO
1955-56 Taça dos Campeões: VENCEDOR: Stade Reims 4-3
1956-57 Taça dos Campeões: VENCEDOR: Fiorentina 2-0
1957-58 Taça dos Campeões: VENCEDOR: AC Milan 3-2 a.p.
1958-59 Taça dos Campeões: VENCEDOR: Stade Reims 2-0
1959-60 Taça dos Campeões: VENCEDOR: Eintracht Frankfurt 7-3
1960-61 Taça dos Campeões: 1/8 final: Barcelona 2-2/1-2*
1961-62 Taça dos Campeões: Finalista: Benfica 3-5
1962-63 Taça dos Campeões: 1ªeliminatória: Anderlecht 3-3/0-1*
1963-64 Taça dos Campeões: Finalista: Inter Milão 1-3
1964-65 Taça dos Campeões: ¼ final: Benfica 1-5*/2-1
1965-66 Taça dos Campeões: VENCEDOR: Partizan Belgrado 2-1
1966-67 Taça dos Campeões:  ¼ final: Inter Milão 0-1*/0-2
1967-68 Taça dos Campeões: Meias-finais: Manchester United 0-1*/3-3
1968-69 Taça dos Campeões: 1/8 final: Rapid Viena 0-1*/2-1
1969-70 Taça dos Campeões: 1/8 final: Standard Liège 0-1*/2-3
1970-71 Taça das Taças: Finalista: Chelsea 1-1/1-2
1971-72 Taça UEFA: 2ªeliminatória: PSV Eindhoven 3-1/0-2*
1972-73 Taça dos Campeões: Meias-finais: Ajax 1-2*/0-1
1973-74 Taça UEFA: 1ªeliminatória: Ipswich Town 0-1*/0-0
1974-75 Taça das Taças: ¼ final: Estrela Vermelha 2-0/0-2/5-6 g.p.*
1975-76 Taça dos Campeões: Meias-finais: Bayern Munique 1-1/0-2*
1976-77 Taça dos Campeões: 1/8 final: Club Brugge 0-0/0-2*
1977-78 Não se qualificou
1978-79 Taça dos Campeões: 1/8final: Grasshoppers 3-1/0-2*
1979-80 Taça dos Campeões: Meias-finais: Hamburgo 2-0/1-5*
1980-81 Taça dos Campeões: Finalista: Liverpool 0-1
1981-82 Taça UEFA: ¼ final: Kaiserslautern 3-1/0-5*
1982-83 Taça das Taças: Finalista: Aberdeen 1-2 a.p.
1983-84 Taça UEFA: 1ªeliminatória: Sparta Praga 2-3*/1-1
+Campo neutro; *recinto adversário

As competições europeias foram criadas em 1955, com o aparecimento da Taça dos Campeões (agora Liga dos Campeões ) e Taça das Feiras (agora Liga Europa). A primeira nunca foi interrompida, todos os anos se realiza; a segunda, só a primeira edição demorou três anos a ser concluída, isto é, a final só se disputou em 1958. Continuou a ter alguma irregularidade porque a segunda vez que se concorreu teve o início em 1958 e a final em 1960. Depois disto, passou-se a ter confrontos entre equipas europeias todos os anos, tal como a Taça dos Campeões e como a Taça das Taças, fundada em 1960-61 e, por sua vez, extinta em 1998-99.

O Real Madrid entrou em grande na Taça dos Campeões, alcançando um recorde que dificilmente será igualado: venceu as primeiras cinco edições da Taça dos Campeões, culminando num espetacular 7-3, em 1959-60, frente ao Eintracht Frankfurt.  Depois, duas finais perdidas, em 1961-62, noutra final de luxo, frente ao Benfica, onde o bis de Eusébio venceu o hat-trick de Puskas, com o resultado de 3-5 para os da capital espanhola. Em 1963-64, novo desgosto, 1-3 frente ao Inter Milão. Porém, em 1965-66, novo título, frente ao Partizan Belgrado, 2-1, com Miguel Muñoz a ser dos poucos a conquistar esta prova como treinador e jogador.

O Real Madrid continuava a dominar em Espanha, contudo, os resultados da Europa eram pobres, comparando com a primeira década das competições europeias, apesar, de em, 1962-63, terem sido eliminados na 1ªeliminatória da Taça dos Campeões, a única vez que tal ocorreu (lembrar que na altura não existia fase de grupos). No entanto, recuperam bem com duas finais em três anos, intercalado, com uma derrota, nos quartos-de-final, em 1964-65, de 5-1 frente ao Benfica.

Depois de oito finais em onze anos, as coisas começaram a complicar-se. Na Taça das Taças ainda disfarçaram, perdendo a final de 1970-71 frente ao Chelsea, na finalíssima, 2-1, após empate a um na final. Nova derrota nesta prova, no prolongamento, em 1982-83, frente ao Aberdeen de Alex Ferguson. De resto, algumas eliminações prematuras e quatro derrotas em meias-finais, a última das quais, em 1979-80, o mesmo score de 1964-65, contra o Benfica, ou seja, depois de ganhar a primeira mão por 2-0, foram derrotados na RFA, pelo Hamburgo, pelos mesmos 5-1, não indo à final. Até que, após quatro meias-finais disputadas e perdidas (1967-68, 1972-73,1975-76 e 1979-80), na Taça dos Campeões, os castelhanos à quinta passaram à final após quinze anos, no entanto, não seria de festa que seria do Liverpool por 1-0. Seria preciso esperar pelo fim do século XX para razões para festejar no evento agora chamado Liga dos Campeões.

Na Taça UEFA, ao contrário do que aconteceu na Taça das Taças, com duas finais, perdidas, mas disputadas, aqui os resultados tinham sido fracos: quatro presenças, duas eliminações na 1ªeliminatória, e o melhor que conseguiram foram uns quartos-de-final em 1981-82, com nova humilhação na RFA, novamente após ter ganho por dois golos de diferença na primeira mão, 3-1, com uma retribuição de 5-0 do Kaiserlautern no seu recinto, deixando o Real Madrid completamente arrasado. Contudo, na Taça UEFA as coisas seriam melhores nesta década de 80!

Em 1977-78 passou-se uma coisa raríssima na história deste clube: não participou em quaisquer competição europeia, isto é, em 1976-77, não teve esse ensejo nem via campeonato, nem via taça, terminando a época fora dos lugares europeus, assim, não se apurando para disputar jogos europeus em 1977-78.

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Arquivos

  • Outubro 2013
    M T W T F S S
    « Set   Nov »
     123456
    78910111213
    14151617181920
    21222324252627
    28293031