Boavista foi Boavistão uma última vez, 2001-02, 2ºlugar, vice-campeão nacional

fpf 12

 

 

2001-02 J V E D GOLOS P
1-Sporting 34 22  9  3 74-25 75
2-Boavista 34 21  7  6 53-20 70
3-FC Porto 34 21  5  8 66-34 68
4-Benfica 34 17 12  5 66-37 63
5-Belenenses 34 17  6 11 54-44 57
6-Marítimo 34 17  5 12 48-35 56
7-União Leiria 34 15 10  9 52-35 55
8-Paços Ferreira 34 12 10 12 41-44 46
9-Vitória Guimarães 34 11  9 14 35-41 42
10-Sporting Braga 34 10 12 12 43-43 42
11-Beira-Mar 34 10  9 15 48-56 39
12-Gil Vicente 34 10  8 16 42-56 38
13-Vitória Setúbal 34  9 11 14 40-46 38
14-Santa Clara 34  9 10 15 32-46 37
15-Varzim 34  8  8 18 27-55 32
16-Salgueiros 34  8  6 20 29-71 30
17-Farense 34  7  7 20 29-63 28
18-Alverca 34  7  6 21 39-67 27
             

 

2001-02, Boavista Vice-Campeão CASA FORA
Sporting 0-0 0-2
FC Porto 2-0 1-4
Benfica 1-0 1-2
Belenenses 2-0 2-0
Marítimo 0-1 0-0
União Leiria 1-0 1-0
Paços Ferreira 5-0 1-0
Vitória Guimarães 0-0 0-2
Sporting Braga 3-0 2-0
Beira-Mar 3-0 3-0
Gil Vicente 0-0 3-0
Vitória Setúbal 4-1 1-1
Santa Clara 2-0 2-0
Varzim 1-2 2-0
Salgueiros 2-1 1-1
Farense 1-1 2-1
Alverca 2-0 2-1
CASA FORA
V E D GOLOS V E D GOLOS
11 4 2 29-6 10 3 4 24-14
TOTAL
J V E D GOLOS P
34 21 7 6 53-20 70

 

Mais uma vez, o Boavista foi Boavistão ao terminar o campeonato no segundo lugar! Esta foi a terceira e última vez que o clube portuense terminou com o título de vice-campeão, igualando os azuis de Belém neste setor. Apesar de ambos terem um título conquistado, o desempate faz-se a favor do Belenenses, enquanto o Boavista só terminou duas vezes em terceiro lugar, os lisboetas fizeram-no por mais de dez vezes. No entanto, são, na história do escalão máximo do futebol português, os principais opositores dos três grandes, o que mais luta lhes deram e mais se intrometeram.

O Boavista conseguiu um feito único: dez vitórias fora de casa.  Não fossem os percalços em casa, ao cederam um empate em casa frente ao Farense que desceu de divisão, o mesmo ocorrido, mas fora, contra o Salgueiros, também relegado; e, ainda  a derrota frente ao 15ºclassificado, o Varzim, os boavisteiros podiam ter, talvez, feito o bi.

Com jogadores, orientados por Jaime Pacheco, como Pedro Emanuel, Petit, Ricardo, Sanchez, Silva, Martelinho, Duda, Serginho Baiano, Frechaut, o Boavista fez da sua defesa um baluarte, ao sofrerem apenas vinte golos, também, recorde do clube. O ataque não era nada de especial, apenas marcaram 53 golos, todavia, com uma boa solidez defensiva, quase renovaram o título.

Salgueiros e Farense, dois clubes históricos do futebol português, ambos já participaram nas competições europeias, cada um respetivamente com 24 e 23 presenças na agora I Liga,  tiveram nesta temporada a última presença a este nível. O Belenenses fez aqui a sua melhor época desde 1987-88, onde acabou no pódio (última vez no seu historial), ficando em quinto lugar, os anos seguintes, à  exceção de 2006-07, onde ficou em quinto e foi a final da taça, não foram dignos do historial deste clube!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: