Quase no cume, quase desespero: Mónaco, 2003-04; Mónaco, 2011-12

O Mónaco foi despromovido em 1975-76. Foi uma ausência de um ano, pois, foi promovido no ano seguinte e em 1977-78, seria campeão francês pela primeira vez em quinze anos e depois de um ano no inferno. Agora, salvo uma grande recuperação, tal não se verificará, após a relegação da a Ligue 2 em 2010-11.

Depois desse título em 1977-78, seria campeão mais quatro vezes: 1981-82, 1987-88, 1996-97 e 1999-2000.  No entanto seria preciso chegar à década de 90, para ver este clube ganhar dimensão internacional. Foi precisamente o que aconteceu em 1989-90, quando chegou à sua primeira meia-final europeia, na Taça das Taças, eliminando o Belenenses na 1ªeliminatória.

Dois anos depois, na mesma competição, chegou à final, perdendo para o Werder Bremen, por 2-0, numa final realizada no antigo Estádio da Luz. O treinador era o agora famoso Arséne Wenger.

No entant0, o clube não ficou por aqui, foi somando excelentes resultados durante a década de 90: meias-finais da Liga dos Campeões em 1993-94 e 1997-98 e meias-finais da então Taça UEFA em 1996-97.

Parecia estar a caminho da almejada glória europeia. E agora entra aqui o quase em termos de glória suprema nos clubes europeus, isto é, a competição mais desejada na Europa: Liga dos Campeões. Isso aconteceu em 2003-04, na fase de grupos, um histórico 8-3 ao Deportivo da Corunha (agora também na segunda divisão), eliminou o Real Madrid nos quartos-de-final e o Chelsea nas meais-finais. A final acabou com todos os sonhos dos monegascos, já que, o FC Porto venceu claramente por 3-0. A partir daí, o clube entrou em depressão, culminando na descida à Ligue 2, o ano passado. Vamos ver se renasce das cinzas outra vez.

ÉPOCA FASE ATINGIDA ADVERSÁRIO RESULTADO
Mónaco:
1991-92, Taça das Taças:
  1ªeliminatória Swansea City (Gal) 2-1*/8-0
  Oitavos-de-final Norrkoping (Sue) 2-1*/1-0
Quartos-de-final Roma (Ita) 0-0*/1-0
Meias-finais Feyenoord (Hol) 1-1/2-2*
FINAL Werder Bremen (Ale) 0-2
Onze da final: Ettori; Valery (Djorkaeff), Petit, Mendy e Sonor; Dib, Gnako, Passi e Barros; Weah e Fofana (Clement)
Marcha do marcador:  0-1, por Allofs (40m); 0-2, por Rufer (55m)
2003-04, Liga dos Campeões:
1ªfase (Grupo C) PSV Eindhoven (Hol) 2-1*
AEK Atenas (Gre) 4-0
Deportivo Corunha (Esp) 0-1*
Deportivo Corunha (Esp) 8-3
PSV Eindhoven (Hol) 1-1
AEK Atenas (Gre) 0-0*
Oitavos-de-final Lokomotiv Moscovo (Rus) 1-2*/1-0
Quartos-de-final Real Madrid (Esp) 2-4*/3-1
Meias-finais Chelsea (Ing) 3-1/2-2*
FINAL FC PORTO (POR) 0-3
Onze da final: Roma; Ibarra, Rodriguez, Givet (Squillaci) e Evra; Cissé (Nonda), Bernardi e Zikos; Giuly (Prso) e Rothen; Morientes
Marcha do marcador: 0-1, por Carlos Alberto (39m); 0-2, por Deco (71m); 0-3, por Alenichev (75m)
* jogos no recinto adversário; +campo neutro

Deixe um comentário

Ainda sem comentários.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Arquivos

  • Janeiro 2012
    M T W T F S S
    « Dez   Fev »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031