West Ham

É um clube com um palmarés modesto: apenas 6 presenças nas competições europeias, 50 presenças no escalão máximo do futebol inglês, 3 vitórias na Taça de Inglaterra (1963-64,1974-75,1979-80) e sobretudo a vitória na Taça das Taças,1964-65, a final perdida nesta mesma competição em 1975-76 e outra meia-final nesta prova em 1965-66. Deixo aqui os onze que iniciaram essas finais, a de 1964-65, em Wembley, vitória frente ao 1860 Munique por 2-0, golos de Sealey, iniciando a seguinte equipa: Standen; Kirkup, Burkett e Moore; Peters e Brown; Sealey, Boyce, Hurst, Dear e Sissons. Em 1975-76, derrota frente ao Anderlecht por 4-2, no Estádio Heysel, na Bélgica, sendo os golos do West Ham marcados por  1-0, por Holland, 2-2, por Robson, iniciando a seguinte equipa: Day; Coleman, Lampard, T.Taylor e McDowell; Bonds, Brooking e Paddon; Holland, Jennings e Robson. Deixo aqui a sua melhor época no escalão máximo do futebol inglês, um 3ºlugar em 1985-86, a apenas 4 pontos do campeão Liverpool. Não se qualificou para as competições europeias em virtude dos problemas e mortes causadas na final da Taça dos Campeões, no Estádio Heysel, na Bélgica, pelos adeptos do Liverpool, em 1984-85, que culminou na suspensão de cincos anos das equipas inglesas das competições europeias. Contudo, o West Ham ficará sempre na história do futebol inglês por outros motivos. Foi Bobby Moore o capitão da selecção inglesa que ergueu a Taça Jules Rimet em 1966, após a final do Mundial, em Inglaterra, sendo nessa altura também capitão do West Ham. Ainda mais, foi outro jogador do West Ham, fundamental na vitória inglesa sobre a RFA na final, a marcar nesse mesmo jogo um hat-trick, sendo, até hoje, o único jogador a marcar 3 golos numa final de um Campeonato do Mundo, o seu nome Geoff Hurst. Por isto, o West Ham, apesar do seu modesto palmarés, terá sempre lugar na história do futebol inglês. Aqui está essa época, até porque a melhor classificação seguinte foi um 5ºlugar em 1998-99, que lhes deu acesso pela primeira vez à Taça UEFA, onde não iriam muito longe:

1985-86

J

V

E

D

GOLOS

P

1-Liverpool

42

26

10

 6

89-37

88

2-Everton

42

26

 8

 8

87-44

86

3-West Ham

42

26

 6

10

74-40

84

4-Manchester United

42

22

10

10

70-36

76

5-Sheffield Wednesday

42

21

10

11

63-54

73

6-Chelsea

42

20

11

11

57-56

71

7-Arsenal

42

20

 9

13

49-47

69

8-Nottingham Forest

42

19

11

12

69-53

68

9-Luton Town

42

18

12

12

61-44

66

10-Tottenham

42

19

 8

15

74-52

65

11-Newcastle

42

17

12

13

67-72

63

12-Watford

42

16

11

15

69-62

59

13-Queens Park Rangers

42

15

 7

20

53-64

52

14-Southampton

42

12

10

20

51-62

46

15-Manchester City

42

11

12

19

43-57

45

16-Aston Villa

42

10

14

18

51-67

44

17-Coventry

42

11

10

21

48-71

43

18-Oxford United

42

10

12

20

62-80

42

19-Leicester City

42

10

12

20

54-76

42

20-Ipswich Town

42

11

 8

23

32-55

41

21-Birmingham City

42

 8

 5

29

30-73

29

22-West Bromwich

42

 4

12

26

35-89

24

 

Anúncios

Basquetebol I

Depois de um Europeu brilhante no ano passado, um tiro no pé ao acabar com a liga profissional. Outra falsa questão é a não participação das equipas portuguesas nas competições europeias em modalidades colectivas como o basquetebol e o voleibol. Como é que isto é possível? Somos um país muito mais desenvolvido que há 20/30/40 anos, onde mandávamos equipas quase todos os anos às competições europeias e, subitamente, não temos dinheiro para o fazer?! Há algo aqui que não bate bem! Quando eramos um país do Terceiro Mundo tinhamos dinheiro e agora que somos um país desenvolvido não temos! O que se passa? Para onde vai o dinheiro? São perguntas interessantes que eu deixo aqui. Quanto ao basquetebol, o Benfica domina com 20 títulos, num dos mais antigos campeonatos em Portugal, começou em 1932-33, onde o Conimbricense bateu na final desse campeonato o Guifões, num só jogo, após prolongamento. Nessa altura, o campeonato era disputado após a realização de campeonatos regionais, onde saíam os apurados para as fases subsequintes. Realce-se que este é uma das modalidades que mais campeões nacionais e vencedores da taça produziu ou premiou. Deixo aqui os vencedores das provas que realmente interessam na história desta modalidade:

ÉPOCA

CAMPEONATO

TAÇA DE PORTUGAL

1932-33

Conimbricense

 

1933-34

União Lisboa

 

1934-35

Carnide

 

1935-36

Carnide

 

1936-37

Carnide

 

1937-38

Carnide

 

1938-39

Belenenses

 

1939-40

Benfica

 

1940-41

Carnide

 

1941-42

Vasco da Gama

 

1942-43

Carnide

 

1943-44

Carnide

Atlético

1944-45

Belenenses

Belenenses

1945-46

Benfica

Benfica

1946-47

Benfica

Benfica

1947-48

Vasco da Gama

Vasco da Gama

1948-49

Académica

 

1949-50

Académica

 

1950-51

Vasco da Gama

 

1951-52

FC Porto

 

1952-53

FC Porto

 

1953-54

Sporting

Atlético

1954-55

Académica

Sporting

1955-56

Sporting

 

1956-57

Barreirense

Barreirense

1957-58

Barreirense

Académica

1958-59

Académica

Belenenses

1959-60

Sporting

Barreirense

1960-61

Benfica

Benfica

1961-62

Benfica

Sporting Lourenço Marques

1962-63

Benfica

Barreirense

1963-64

Benfica

Benfica

1964-65

Benfica

Benfica

1965-66

 

Benfica

1966-67

Luanda e Benfica

Académica

1967-68

Sporting Lourenço Marques

Benfica

1968-69

Sporting

Benfica

1969-70

Benfica

Benfica

1970-71

Sporting Lourenço Marques

Académica

1971-72

FC Porto

Benfica

1972-73

Sporting Lourenço Marques

Benfica

1973-74

Malhagalense

Benfica

1974-75

Benfica

Sporting

1975-76

Sporting

Sporting

1976-77

Ginásio Figueirense

Ginásio Figueirense

1977-78

Sporting

Sporting

1978-79

FC Porto

FC Porto

1979-80

FC Porto

Sporting

1980-81

Sporting

Benfica

1981-82

Sporting

Barreirense

1982-83

FC Porto

Queluz

1983-84

Queluz

Barreirense

1984-85

Benfica

Barreirense

1985-86

Benfica

FC Porto

1986-87

Benfica

FC Porto

1987-88

Ovarense

FC Porto

1988-89

Benfica

Ovarense

1989-90

Benfica

Ovarense

1990-91

Benfica

FC Porto

1991-92

Benfica

Benfica

1992-93

Benfica

Benfica

1993-94

Benfica

Benfica

1994-95

Benfica

Benfica

1995-96

FC Porto

Benfica

1996-97

FC Porto

FC Porto

1997-98

Estrelas Avenida

Estrelas Avenida

1998-99

FC Porto

FC Porto

1999-00

Ovarense

FC Porto

2000-01

Portugal Telecom

Portugal Telecom

2001-02

Portugal Telecom

Portugal Telecom

2002-03

Portugal Telecom

Oliveirense

2003-04

FC Porto

FC Porto

2004-05

Queluz

Queluz

2005-06

Ovarense

FC Porto

2006-07

Ovarense

FC Porto

2007-08

Ovarense

Vitória Guimarães

 

ÉPOCA

SUPERTAÇA

TAÇA DA LIGA

1983-84

Queluz

 

1984-85

Benfica

 

1985-86

FC Porto

 

1987-88

Ovarense

 

1988-89

Benfica

 

1989-90

Ovarense

Benfica

1990-91

Benfica

Benfica

1991-92

Illiabum

Ovarense

1992-93

Ovarense

Benfica

1993-94

Benfica

Benfica

1994-95

Benfica

Benfica

1995-96

Benfica

Benfica

1996-97

FC Porto

Ovarense

1997-98

Benfica

Esgueira

1998-99

FC Porto

Seixal

1999-00

Ovarense

FC Porto

2000-01

Ovarense

Ovarense

2001-02

Portugal Telecom

FC Porto

2002-03

Oliveirense

Oliveirense

2003-04

FC Porto

FC Porto

2004-05

Queluz

CAB

2005-06

Ovarense

Oliveirense

2006-07

Ovarense

Lusitânia

2007-08

Ovarense

FC Porto

 

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑